Suspenso corte de médicos residentes no Hospital São José de Joinville

O procurador-geral do Município, Eduardo Buzzi, acabou sendo o principal personagem neste polêmico caso dos residentes médicos do Hospital Municipal São José. Ao retornar nesta quarta-feira de suas férias, ele analisou o convênio “Mais Residentes” e recomendou que as 38 inscrições fossem mantidas. No início da noite, o prefeito Udo Döhler concordou com os seus argumentos e ordenou a manutenção das 36 polêmicas inscrições.

O programa federal abrange todos os hospitais catarinenses e gaúchos que são credenciados para residência médica. Caso fosse mantida a suspensão dos 36 inscritos, haveria um “efeito cascata” com prejuízos aos dois estados. Cada hospital teria que refazer as inscrições, deixando o São José de fora, o que atrasaria o programa e, por conseguinte, o atendimento médico nos principais hospitais catarinenses e gaúchos.

Termina, assim, um dos períodos de maior desgaste da administração Udo Döhler na área da saúde. As críticas foram unânimes sobre a suspensão de 38 médicos residentes R1 no Hospital Municipal São José.

Como o governo federal subsidia apenas 18 dos 56 inscritos no programa, os 38 médicos residentes que foram mantidos serão custeados pelo chamado “Caixa 100”, dinheiro “não carimbado” que a Prefeitura dispõe para investir em todas as áreas, incluindo a manutenção da cidade.

Hospital escola
Em agosto de 2012, no final do governo Carlito Merss (PT), o Hospital Municipal São José perdeu a condição de Hospital Escola por não ter atendido as exigências do Ministério da Educação. Desde aquela data, passou a condição de “Hospital de Ensino”. Sua direção e a faculdade de Medicina da Univille devem se esforçar para retornar à antiga condição.

Comissão de saúde
Agora que a “novela dos residentes” acabou, um dos alvos da comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Joinville deveria ser o de investigar os motivos que levaram o Hospital Municipal São José a perder o credenciamento de Hospital Escola em 2012. De acordo com a Univille, o hospital não atendeu as exigências do MEC (Ministério da Educação e Cultura). Deveria a comissão levantar esta bandeira e tentar retomar o credenciamento. Esta deve ser a lição que ficou deste episódio envolvendo os residentes R1.

Jacsson Zanco/Secom/divulgação/ND

Escola Municipal Anita Garibaldi inovou na recepção aos alunos no primeiro dia de aula

Festa havaiana
A Escola Municipal Anita Garibaldi, no bairro do mesmo nome, programou uma “Festa Havaiana” no primeiro dia de aula. Nesta quarta-feira, cada aluno recebeu um colar dos professores e funcionários e participou de uma apresentação de dança típica havaiana pela manhã e outra à tarde. A intenção é “quebrar a ansiedade” do primeiro dia de aula, principalmente dos alunos do 1º ano, vindos da educação infantil, explicou a diretora Lucélia Fraga Krelling.

Falecimento
José (Zé) Gonçalves de Oliveira, 72 anos, faleceu nesta quarta-feira à tarde em Joinville. Pela manha ele sofreu um infarto e foi levado à UTI do Hospital Dona Helena. Zé foi um investidor imobiliário em Joinville e atualmente dirigia o Hotel Confort Inn, um empreendimento que ajudou a construir. Seu corpo será cremado em Camboriú, onde residia nos finais de semana.

Pioneira
A Subprefeitura de Pirabeiraba inicia nesta quinta-feira (11) o atendimento na emissão de Carteiras de Trabalho em convênio com o Cepat (Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores). Em breve, Pirabeiraba irá também participar de convênio para confeccionar a Carteira de Identidade. No ano passado, a subprefeitura sediou um núcleo de recadastramento biométrico e atendeu mais de 12 mil eleitores.

Comissão de ética
O presidente do diretório municipal do PSDB, Cromácio José da Rosa, discorda da afirmação da coluna, segundo a qual a intenção do partido era “favorecer” os vereadores Odir Nunes e Maycon César. É uma questão de semântica. Orientar os três vereadores a votar em Odir ou Maycon para líder da bancada e apontar ambos para integrar as duas mais importantes comissão técnicas não seria um favorecimento? Na mensagem enviada à coluna, Cromácio lembra que a “discordância quando a postura dos três vereadores antecede a entrada de Maycon e Odir no partido”.

Energia solidária
No dia 20 de fevereiro, o programa “Celesc Voluntária” fará mobilizações em várias cidades do Estado entregando material sobre “dicas” sobre a prevenção e o combate ao mosquito Aedes Egyptis. Na região Norte também haverá mutirão de limpeza na praia do Ervino (São Francisco do Sul), na praia de Itapoá e na praia da Barra do Sul. Implantado em 2013, o programa da Celesc busca promover ações voluntárias com a participação dos servidores, seus familiares e amigos.

Golpe
Depois de algumas tentativas no Hospital São José, ano passado, os golpistas agora estão agindo no Hospital Bethesda. Nesta quarta-feira, a direção registrou um BO (Boletim de Ocorrência) denunciando que eles estão pedindo dinheiro, em nome do hospital, aos familiares de pacientes para procedimentos médicos. O hospital não cobra nenhum valor porque atende em convênio com o SUS.

Mural

– A vereadora Pastora Léa (PSD) protestou na sessão desta quarta-feira sobre a intenção da Secretaria da Saúde em retirar do PA Norte o atendimento odontológico.

– O serviço seria transferido para o PA Leste, segundo a vereadora.

– Projeto envolvendo o polêmico rodízio das funerárias, de autoria do vereador Maycon César (PSDB), deverá ser retirado de pauta pelo presidente da Câmara de Vereadores, Rodrigo Fachini (PMDB).

– Já existe decisão do Tribunal de Justiça sobre o tema.

– Joinville perde um de seus mais ilustres moradores, o leiloeiro Artur Carsten.

Loading...