Terremoto nas Filipinas mata ao menos seis pessoas e fere mais de 100

Atualizado

Ao menos seis pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas em um terremoto de 6,6 graus de magnitude que abalou na madrugada desta terça-feira (29) – cerca de 22h de segunda-feira no horário de Brasília) -, a Ilha de Mindanao, sul das Filipinas.

Muitos habitantes correram para as ruas durante o tremor, que afetou diversos edifícios, casas e escolas. Cerca de 90% das residências de Tulunan, na Província de Cotabato – local do epicentro -, foram danificadas, de acordo com o prefeito, Reuel Limbungan.

Terremoto em Filipinas atingiu magnitude 6,6 – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por não ter sido muito profundo – cerca de 7 km abaixo da superfície -, o terremoto foi sentido com mais intensidade, de acordo com as autoridades locais e o Instituto Filipino de Sismologia e Vulcanologia.

Vítimas

Um pai e um filho morreram golpeados por rochas em razão de um deslizamento de terra sobre sua pequena granja. Mais de 100 vizinhos ficaram feridos.

Outra vítima é um idoso de 66 anos, que morreu no desabamento de sua casa. Duas pessoas morreram em uma avalanche em Magsaysay, na Província de Davao do Sul. Uma grávida morreu pela queda de árvore em Tulunan.

O epicentro do tremor foi registrado no mesmo local onde outro terremoto, de 6,4 graus de magnitude, matou ao menos cinco pessoas e deixou graves danos materiais recentemente.

As Filipinas integram o chamado “Cinturão de Fogo” do Pacífico, uma zona de intensa atividade sísmica que vai do Japão até o Sudeste Asiático. (Com agências internacionais).

Mais conteúdo sobre

Mundo