TJ mantém prisão de suspeito de importunação sexual em ônibus de Florianópolis

Atualizado

O homem suspeito de importunação sexual contra uma adolescente de 17 anos dentro de um ônibus teve prisão mantida pelo pelo juiz Rafael Bruning, da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital. A decisão foi tomada em audiência de custódio na tarde desta quinta-feira (1).

Guarda Municipal prende suspeito de importunação sexual em ônibus da Capital – GM/Divulgação

Segundo o TJ, o processo corre em segredo de Justiça, pela natureza do crime de importunação sexual. O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (21), em um ônibus que saiu do Terminal do Rio Tavares com direção ao Centro da cidade por volta das 19h15.

No depoimento, a vítima afirmou que estava dormindo dentro do coletivo. Quando acordou, percebeu que o homem colocou uma blusa sobre as pernas dela e estava passando as mãos nas partes íntimas da jovem.

Leia também:

Conforme o Guarda Municipal, foram registrados nos últimos 12 meses, 14 ocorrências do crime dentro do transporte coletivo de Florianópolis.

O crime de importunação sexual tem pena de um a cinco anos de prisão, conforme o artigo 215-A da lei 13.718, acrescentado ao Código Penal em 24 de setembro de 2018.

Em cartazes e ações, o município incentiva as pessoas a ligarem no número 153 ao presenciarem qualquer atitude suspeita.

Mais conteúdo sobre

Polícia