Trabalhadores bloqueiam canteiro de obras do Aeroporto Hercílio Luz em protesto

Atualizado

Dezenas de trabalhadores bloquearam, na manhã desta terça-feira (19), o acesso ao canteiro de obras do novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. O ato foi pacífico e acompanhado pela Polícia Militar.

Trabalhadores fecharam acesso ao canteiro de obras em protesto – Arquivo Pessoal

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada de Obras Públicas, Privadas e Afins de Santa Catarina (Sintrapav/SC), a empresa EPC, uma das prestadoras de serviço à Floripa Airport, não pagou as rescisões, o FGTS e as multas pelas demissões dos funcionários. Por isso, os trabalhadores reivindicavam uma audiência junto ao Ministério do Trabalho, que foi realizada às 11h.

Após a reunião o impasse foi solucionado. Outra empresa, a Racional Engenharia, irá assumir os passivos trabalhistas de todo o pessoal. O presidente do Sintrapav, Arnaldo Carmargo de Freitas, comemorou:

“A negociação já vinha desde quinta-feira passada, e agora os trabalhadores saem com a situação resolvida. Alguns já estão até com os créditos na conta”.

Em nota, a Floripa Airport informou que a Racional Engenharia cumpriu devidamente o contrato e os pagamentos à EPC Construções SA referentes aos serviços executados na obra.

“A EPC Construções, apesar de ter recebido o valor por todos os serviços prestados e ser financeiramente estável e com 14 obras em andamento no Brasil, de acordo com informações no site da companhia, não cumpriu com o pagamento aos seus funcionários. A Racional efetuará nas próximas horas o pagamento aos funcionários lesados e recorrerá judicialmente para o ressarcimento do valor devido junto à EPC”.

Mais conteúdo sobre

Infraestrutura