Um passo importante

Agora é cobrar o andamento da duplicação da BR 470

ENFIM

Depois de mais de 10 anos de luta das lideranças do Vale e milhares de mortos e feridos, uma grande solenidade marcou a assinatura da ordem de serviço para duplicar os dois primeiros lotes da BR-470, quase trinta quilômetros. Políticos de todos os partidos celebravam o ato e fizeram pose para as fotos oficiais.

PT EM ALTA

Por motivos óbvios, eram os petistas que mais comemoravam. No décimo primeiro ano da gestão do PT no Governo Federal, finalmente a primeira parte da obra começará. A senadora Ideli Salvatti e o deputado federal Décio Lima encarnaram a figura de pais da criança.

PAI É QUEM CUIDA

Ideli e Décio tem muitos méritos, muitos mesmo. Mas a paternidade é do Vale do Itajaí, que através de suas lideranças e de sua população, cobraram insistentemente esta obra das autoridades.

VIGILÂNCIA

Mas a cobrança não pode parar, afinal foi só uma assinatura. Faltam ainda dois lotes prometidos para agora, mais 40 quilômetros. E tem ainda a extensão da duplicação para o Alto Vale. Sem falar em questões menores que fazem os trabalhos se arrastarem. Falta muito ainda, não podemos baixar a guarda.

MENOS

Bom, tanto a Ideli quanto o Décio disseram ao longo desta semana, que ao assinar a ordem de serviços, já teríamos as “máquinas roncando”. Como elas “dormem” há anos, vai demorar mais um pouco. O prazo para vermos obras no local é de 30 dias.

QUE FASE !

O ministro César Borges (PR) é o sucessor do legado político de Antônio Carlos Magalhães, um verdadeiro coronel da política baiana e nacional. Hoje, integrante do governo Dilma, circula com intimidade entre os petistas que tanto combateram o seu mentor quando eram oposição.