Único catarinense em missão na Rússia, senador busca reforçar laços do Estado com Bolshoi

Convidado a integrar a comitiva brasileira que está em missão oficial na Rússia há dois dias e que ainda vai à Noruega, o senador Paulo Bauer (PSDB) foi em busca de reforçar a ação da Escola Bolshoi em Santa Catarina, única extensão do Balé Bolshoi fora do território russo, e de trabalhar pela manutenção da exportação de carnes produzidas no estado para o país europeu.

Bauer ao lado de Temer e Putin - Beto Barata/Divulgação/ND
Bauer ao lado de Temer e Putin – Beto Barata/Divulgação/ND

Em um dos primeiros compromissos da comitiva brasileira, Bauer entregou ao deputado Vyacheslav Volodin, que preside a Duma (Parlamento russo), um livro com todas as informações sobre o sucesso da Escola Bolshoi, instalada em Joinville desde o ano 2000. Cópia do mesmo documento foi entregue ao staff do presidente Vladimir Putin. “A escola é um importante centro cultural, que tem contribuído para a formação de jovens catarinenses e de todo o Brasil. É preciso manter e, se possível, ampliar a parceria com o Balé Bolshoi”, avaliou o senador.

Na noite de terça-feira, durante uma apresentação do 13º Concurso Internacional de Balé e Concurso de Coreografia, com bailarinos de todo o mundo, Bauer teve a oportunidade de comentar com Putin detalhes sobre a escola em Santa Catarina. A conversa ocorreu na Tribuna de Honra do Teatro Bolshoi, ao lado do presidente Temer.

O senador catarinense também pôde falar com Putin sobre uma questão econômica. “Tive a chance de explicar a ele que Santa Catarina é o principal produtor de carne suína, que é comprada pela Rússia. Pude falar que é a nossa produção se diferencia pela condição do Estado ser livre da febre aftosa e que temos condições de manter as exportações com total segurança para o mercado russo”, comentou Bauer.

O comércio de carne foi tema também na coletiva de imprensa que os dois presidentes concederam na manhã do dia seguinte. Temer destacou que é um dos pontos fortes entre as relações comerciais entre as duas nações, que cresceram 40% nos primeiros cinco meses de 2017 em relação ao mesmo período no ano anterior.

Na Noruega, Bauer pretende prospectar oportunidades de investimentos do país nórdico em Santa Catarina. Os noruegueses ocupam a oitava colocação no ranking de investidores no Brasil. “Tanto a Rússia quanto a Noruega podem ampliar a presença na economia nacional”, avaliou o parlamentar.

Mais conteúdo sobre

Política