UPA Continente já realizou mais de 74 mil atendimentos na Capital

Atualizado

UPA atende demanda da comunidadade e realiza raio-x, teste rápido, atendimentos pediátricos, de sutura, isolamento e emergências- PMF/Divulgação/ND

Demanda antiga da comunidade local e muito aguardada pelos moradores, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Continente foi inaugurada em 28 de fevereiro de 2019, e mudou o atendimento à saúde na região. “Antes eu acabava indo em um hospital aqui perto. Mas a gente sabe que isso não é ideal né, pois na maioria das vezes não precisava ir no hospital, eram situações que poderiam ser resolvidas em um posto intermediário. Mas como não tinha UPA aqui, eu ia. Agora tudo mudou, venho direto na UPA e o atendimento é sempre rápido, não tenho reclamações, estou muito feliz”, afirma Luciana Macedo Vieira, de 30 anos, moradora do Jardim Atlântico.

Solange Aparecida Aguiar também recorre à UPA quando precisa de atendimento. “Sempre que passei fui muito bem atendida, achei os médicos muito atenciosos, para nós é muito bom ter esse atendimento quando é necessário”, diz.

Um ano após a inauguração, a unidade de saúde já realizou 74.147 mil atendimentos. Com três médicos e dois enfermeiros, o espaço realiza raio-x, teste rápido, atendimentos pediátricos, de sutura, isolamento e emergências.

A abertura da UPA por esta administração municipal resolveu uma espera de dez anos da comunidade. A promessa de construção da unidade foi feita em 2009, com a previsão de que as obras começassem em agosto de 2010 e a estrutura fosse inaugurada em 2011. No entanto, vários problemas, como a estrutura do terreno e contrato com a empresa que executava os serviços, atrasaram a entrega da obra.

Nesse meio tempo, o prédio ficou abandonado e a estrutura se deteriorava aos poucos. “Sabendo da necessidade e importância dessa unidade para a população, investimos na recuperação do prédio e inauguramos a UPA no ano passado”, explica o prefeito Gean Loureiro.

Iodete Damasio Silveira, usuária da UPA do Continente, aprova o espaço e o atendimento – Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/ND

Atendimento psicológico e farmacêutico

A UPA Continente é dividida em área administrativa, setor de classificação de risco e urgência com seis consultórios, sendo dois para classificação de risco e quatro para atendimento de pacientes e cinco salas, duas para observação, uma para aplicação de medicamentos, uma para reidratação coletiva e uma para chegada de ambulâncias.

“Essa Unidade é fundamental para saúde do Município. Referência de atendimento na Cidade, sendo a maior unidade de Pronto Atendimento de Florianópolis, aberta 24h por dia”, comenta o Secretário de Saúde do Município, Carlos Alberto Justo da Silva.

Iodete Damasio Silveira, outra usuária da UPA, aprova o espaço. “É muito bom, é rápido. Aqui é uma emergência. Eu indico a UPA para pessoas com crianças, o povo aqui está feliz com isso. Eu faço ginástica aqui no posto do Jardim Atlântico e o pessoal elogia muito”, conta. No segundo andar da UPA Continente funciona o CAPS AD, que atende pessoas que buscam auxílio psicológico, médico, farmacêutico e de terapias em grupo.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

Prefeitura de Florianópolis