Usuários da Paulotur ficam sem transporte na manhã desta segunda na Grande Florianópolis

Motoristas e cobradores das empresas que operam de maneira emergencial nas linhas da Paulotur fizeram uma paralisação relâmpago na manhã desta segunda-feira (19), deixando usuários do Sul de Palhoça, Garopaba e Paulo Lopes sem transporte coletivo até Florianópolis. Os ônibus voltaram a operar por volta das 9h.

Os ônibus da Santo Anjo, Jotur e Imperatriz operam nas mesmas linhas da Paulotur desde a terça-feira (13), quando motoristas e cobradores desta empresa entraram em greve por tempo indeterminado, acusando atraso de salários.

Por meio de uma ação do Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis), os ônibus dessas empresas não saíram da garagem na manhã desta segunda-feira. Os veículos só voltaram a circular após um pedido do Deter (Departamentos de Transportes e Terminais).

De acordo com Deonísio Linder, diretor do Sintraturb, a paralisação desta segunda-feira foi aprovada em assembleia na noite deste domingo (18), mas o sindicato decidiu acatar o pedido do Deter para não prejudicar os usuários que dependem desse meio de transporte.

A promessa do Deter foi de levar até o governador do Estado, Raimundo Colombo, a hipótese dessas empresas assumirem definitivamente as linhas operadas pela Paulotur. “Mas, claro, desde que empreguem esses funcionários”, diz.

A informação foi confirmada pelo presidente do Deter, Fúlvio Rosar Neto, que deverá dar um retorno para o sindicato no final da tarde. “Vamos levar essa hipótese para a Casa Civil e também para o Conselho de Transportes de Passageiros do Estado”, afirmou.

Na semana passada, a Paulotur confirmou um atraso na folha de pagamento dos trabalhadores, com valor estimado em cerca de R$ 35 mil. Segundo a empresa, no entanto, o débito foi quitado ainda na terça-feira, primeiro dia de greve. Já o sindicato diz que a greve continua porque o pagamento foi feito de maneira parcial e que ainda há funcionários com salários atrasados. A reportagem ainda não conseguiu contato com a empresa Paulotur para falar sobre o assunto.

Mais conteúdo sobre

Região

Nenhum conteúdo encontrado