Usuários se mobilizam no Twitter em apoio à criação de partido para Bolsonaro

Atualizado

Usuários do Twitter simpáticos ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) estão mobilizados em apoio a uma eventual criação de legenda que possa receber o presidente e seu grupo político. Desde às 11h desta terça-feira (5), a expressão #EuAssinoBolsonaro está entre os assuntos mais comentados do Twitter brasileiro.

A campanha é uma referência à necessidade de validar quase 492 mil assinaturas, colhidas em ao menos nove Estados, para que se encaminhe ao Tribunal Superior Eleitoral o pedido de criação de um partido.

“Nunca tinha visto pessoas que nunca foram filiadas a um partido externar a vontade de se filiar no novo partido de Bolsonaro”, tuitou o deputado Bibo Nunes (PSL-RS), que integra a ala bolsonarista do PSL. Recentemente, o partido se dividiu entre os que defendem que Bolsonaro controle a legenda e os que querem manter o grupo de Luciano Bivar (PSL-PE) no comando.

Chance grande de deixar o PSL

No domingo (3), em entrevista à Record TV, Bolsonaro afirmou que as chances de deixar o PSL são de 80% e de 90% para a criação de um novo partido. Nos últimos dias, o deputado Capitão Augusto (PL-SP), que presidente a Frente Parlamentar da Segurança Pública, colocou seu Partido Militar Brasileiro, ainda em fase de criação, à disposição do presidente. Segundo Augusto, a nova agremiação seria a única do Brasil “realmente de direita”.

Usuários criaram enquete no Twitter

Política