Ventos fortes causam transtornos e queda de energia em Florianópolis e região

Atualizado

Relatos de moradores do Sul e Leste da Ilha, em Florianópolis, apontam para transtornos causados por fortes rajadas de vento desde o final da manhã desta terça-feira (14). Objetos e tapumes de obras foram atirados ao chão pelos ventos. Também houve queda de energia nas duas regiões e em outros bairros da Capital, além de mar agitado.

Rio Tavares é um dos bairros afetadas pela ventania – Cristiano Rigo Dalcin/ND

A secretaria de Estado da Defesa Civil emitiu alertas de fortes rajadas nesta manhã. Às 7h43 foi repassado o primeiro, para ventos de 60 a 70 km/h, nas regiões da Grande Florianópolis e Litoral Sul.

Às 11h58 foi emitido um novo alerta de rajadas de vento moderado a forte, podendo variar de 60 a 85 km/h, novamente entre a Grande Florianópolis e o Litoral Sul, com previsão de duração de duas horas.

Às 14h30, foi mantido o alerta para ventos de 60 a 85 km/h para as mesma regiões, com acréscimo do Planalto Sul, até as 16h30.

Ocorrências

O Corpo de Bombeiros foi acionado para ocorrências na Grande Florianópolis durante os fortes ventos. Até as 17h30, a corporação informou que o caso mais grave havia sido uma árvore que caiu em cima de um carro no município de Antonio Carlos.

Também houve registro de queda de árvore na Barra da Lagoa, Córrego Grande, Sambaqui e Costeira do Pirajubaé.

Arco-íris apareceu no céu de Florianópolis, em meio à ventania – Marcus Bruno/ND

Sem energia

Além das rajadas de vento, a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina) informa que mais de 26 mil unidades estavam sem energia elétrica por volta das 13h.

Os bairros mais atingidos são Campeche e Lagoa da Conceição, além da Carvoeira, Córrego Grande e Pantanal, entre outros.

Lagoa da Conceição:

Barra da Lagoa:

Morro da Cruz:

As imagens do dia de ventania e transtornos em Florianópolis e região

Mais conteúdo sobre

Tempo