Vereador de São Bento do Sul tem prisão preventiva decretada

Atualizado

A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão preventiva contra o vereador de São Bento do Sul, César Godoy, na tarde desta quarta-feira (21). A polícia já havia cumprido um mandado de busca e apreensão no gabinete de assessoria do vereador no início de agosto.

Vereador foi preso pela Polícia Civil em sua residência – Reprodução/Facebook

Conforme informações do delegado Gustavo Muniz Siqueira, da DIC (Divisão de Investigação Criminal), a investigação da Polícia Civil apura delitos de concussão supostamente praticados por César Godoy, com seis casos apurados até o momento.

No decorrer da apuração, a Polícia Civil obteve provas de que o vereador teria coagido uma das vítimas de concussão para que a pessoa não o delatasse.

O crime de concussão é quando um funcionário público exige vantagem indevida direta ou diretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela. O crime é punido com pena de reclusão, de dois a oito anos, e multa.

Leia também: 

Houve então representação pela decretação da prisão do investigado. Durante a tramitação do pedido, o Ministério Público colheu mais dois depoimentos, constatando que outras duas vítimas também teriam sido coagidas para encobrirem os supostos crimes do vereador.

A Justiça de São Bento do Sul deferiu os pedidos e ordenou a prisão de César Godoy, localizado e preso pela DIC em sua residência.

Um assessor do parlamentar, em razão da suspeita de envolvimento nos delitos de concussão, teve o seu afastamento do cargo determinado pela Justiça, também a pedido da Polícia Civil.

Ainda conforme o delegado Gustavo Muniz Siqueira, o inquérito está em fase final de instrução e deverá ser concluído na próxima semana, quando mais informações serão divulgadas.

A Câmara de Vereadores de São Bento do Sul disse que não irá se pronunciar sobre o ocorrido.

A equipe do ND+ entrou em contato com a defesa do vereador César Godoy, que informou que só irá se manifestar após ter acesso aos documentos e depoimentos do processo, fato que deve acontecer ainda na tarde desta quinta-feira (22).

Polícia