Advogado do empresário Lírio Parisotto afirma que versão de Luiza Brunet é inverídica

O empresário é acusado pela Justiça de agredir a ex-modelo e atriz

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O advogado de Lírio Parisotto, 62, disse nesta quinta-feira (28) que lamenta a decisão da Justiça de aceitar a denúncia do Ministério Público de São Paulo e tornar o empresário réu. Para ele, o processo iniciou com base em uma “versão que já se comprovou inverídica”.

A Promotoria acusa Parisotto de agredir a ex-modelo e atriz Luiza Brunet, 54, em pelo menos duas ocasiões: em dezembro de 2015, no Brasil, e em maio deste ano, em Nova York (EUA), quando Luiza Brunet teve suas costelas quebradas.

Divulgação/Instagram/ND

Segundo a acusação, Luiza sofreu agressões por duas vezes

“Causou perplexidade a postura da acusação que se recusou ouvir testemunhas e efetuar diligências que resgatariam a verdade. De toda forma, no curso do processo, Lírio comprovará sua inocência”, disse o advogado Celso Sanchez Vilardi.

O empresário responderá pela acusação de lesão corporal. Ele vai ser citado para apresentar uma resposta em 10 dias e, só depois disso, as audiências serão marcadas. O caso corre em segredo de Justiça.

A informação foi confirmada pelo promotor Carlos Bruno Gaya da Costa, que ofereceu denúncia na última semana. O caso está com a juíza Lilian Lage, no Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo.

Após a atriz prestar queixa no Ministério Público de São Paulo, a Justiça decretou medidas de proteção. Parisotto está proibido de se aproximar de Luiza e de manter contato com ela por qualquer meio, segundo o promotor.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias