Vídeo: Búfalos fogem de abatedouro e provocam caos no centro de cidade em MG

Quem passava pelo Centro de Pedro Leopoldo, na região metropolitana de Belo Horizonte, na manhã deste sábado (21), foi surpreendido com a presença três búfalos andando pelas ruas da cidade.

Vídeos mostram que os animais causaram alvoroço entre os moradores e que houve correria para tentar contê-los.

De acordo com o cabo Wagner Pimenta, da PM (Polícia Militar), os três búfalos arrebentaram a cerca de um abatedouro que fica no entorno da cidade e fugiram para a região Central. Eles foram vistos andando pelas principais vias do município, passando pelas calçadas, em frente comércios, bancos e casas.

Jorge Luiz Lima, de 41 anos, conta que chegava ao trabalho quando encontrou as ruas do bairro cercadas. O homem é funcionário de uma loja de materiais de construção que fica próxima ao local onde um dos búfalos circulava. Segundo Lima, os comerciantes da região não abriram as portas no horário comum, por medo do animal. Apesar do susto, o homem achou cômica a cena.

“Na cidade grande quem cerca o Centro é bandido e aqui no interior é bufalo que faz isso”, disse.

Com a ajuda de moradores, o dono dos animais se articulou para tentar capturá-los. A ação foi acompanhada pela PM e pela Guarda Municipal de Pedro Leolpodo. Um veterinário também foi chamado para ajudar no resgate.

Segundo informações da Guarda Municipal, um dos animais foi mobilizado pelo grupo e sedado pelo especialista. Os outros dois tiveram que ser abatidos, pois estariam agitados e fugiram para uma ribanceira próxima a um ribeirão, em uma área de difícil acesso. O dono dos animais acompanhou toda ação.

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas na confusão. Uma mulher de 34 anos e a filha dela, de sete, foram socorridas no Hospital de Pronto Atedimento da cidade, mas já foram liberadas. A unidade de saúde não informou a gravidade dos ferimentos e nem como elas se machucaram.

Ainda de acordo com a PM, o dono dos animais não foi preso, uma vez que foi constatada a fuga dos búfalos. O caso também caiu nas graças de internautas.

Mais conteúdo sobre

Brasil