VÍDEO: Incêndio volta a atingir o Morro do Macaco neste domingo

Atualizado

Helicóptero Arcanjo auxiliou no combate as chamas – Foto: CBMSC/Divulgação

O Corpo de Bombeiros foi acionado no início da tarde deste domingo (17) para combater um incêndio no Morro do Macaco, em Indaial. A ocorrência teve início às 12h30.

Como o local é de difícil acesso por terra, o helicóptero Arcanjo utilizou a ferramente “Bambi Bucket”, uma espécie de balde que lança água a partir da aeronave, para combater as chamas.

Conforme os bombeiros, foram feitos nove lançamentos, totalizando 4,5 mil litros de água.

A ação com a aeronave diminuiu o foco e a produção de fumaça.

Combate já dura um mês

Conforme o chefe do do Socorro do Corpo de Bombeiros Voluntários de Indaial, Robson Feliciano, o incêndio recomeçou faz um mês.

“Alguém acampou no morro e acabou deixando uma fogueira acesa. O fogo se alastrou. Houve várias tentativas de combate, o local é íngreme, rochoso e o acesso é difícil”, explicou.

Na noite de sábado (16), houve uma nova tentativa para apagar as chamas, mas sem sucesso.

“Ontem [sábado] foi o ápice do incêndio. Entraram mais de 60 ligações sobre o caso. A coluna de fumaça era enorme”, contou Feliciano.

Pelo fato de o incêndio ser “subterrâneo” é necessário que chova com alta intensidade no local para que as chamas sejam combatidas totalmente.

“As chamas sempre retornam. Vai queimando por baixo da terra, faz com que fique uma malha alta de terreno, tornando o acesso difícil. O terreno é bem denso. Há locais onde rochas estão queimando pelo fato de serem inclinadas, o acesso é somente com rapel”, afirma o chefe do socorro.

Até este domingo, a área atingida era de aproximadamente 2 mil m².

Leia também:

Segue o monitoramento no local pelos Bombeiros Voluntários de Indaial, que acionaram o suporte do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar e que já atuam neste combate há algumas semanas.

Mais conteúdo sobre

Meio Ambiente