VÍDEO: Novas imagens mostram jovem deixando suposta bebida envenenada em SP

Atualizado

Imagens obtidas pela polícia mostram um homem de 27 anos deixando uma garrafa em uma praça de Barueri, em São Paulo, que fica a cerca de um quilômetro do local onde quatro pessoas morreram e outras cinco foram internadas após beber o conteúdo de uma garrafa levada por Vinícius Salles Cardoso, de 31 anos, que está preso temporariamente. As informações são da RecordTV.

A polícia já identificou o homem que aparece na gravação. Ele prestou depoimento sobre o abandono da garrafa e alegou que era refrigerante, mas estava vazio. O jovem foi liberado.

O delegado Anderson Gianpaoli afirmou que procura outras imagens que possam ter sido registradas por câmeras de comerciantes do entorno para verificar se Vinícius passa por ali. Nas imagens, um outro homem chega a segurar a garrafa, cheira e devolve no mesmo lugar.

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento – Foto: Reprodução/Record TV

Vinícius foi preso depois de apresentar versões contraditórias sobre o encontro da garrafa, que foi compartilhada pelo grupo antes das mortes. A polícia já sabe que a bebida original do Ceará é incolor, mas a garrafa apreendida tem um líquido amarelado. A expectativa é agora pela divulgação do laudo para saber o que provocou as mortes. A suspeita é de envenenamento.

Leia também:

Com as novas imagens, a defesa de Vinícius pode pedir a revogação da prisão, mas o Ministério Público é contra a soltura. Segundo o promotor Vitor Petri, ele não tem residência fixa, tem antecedentes criminais e pode fugir, atrapalhando a investigação. Vinícius está na Cadeia Pública de Carapicuíba.

As vítimas Renilton Ribeiro Freitas, Silvia Helena Euripes, Sidnei Ferreira de Araújo Leme e Paulo Cezar Pedro, que estavam internadas desde a manhã do último sábado (16), tiveram alta na quarta-feira (20).

Entenda o caso

Imagens da câmera de segurança da Padaria Central de Barueri, na Grande São Paulo, mostram que demorou cerca de 25 minutos para Vinícius Salles Cardoso, 31 anos, chegar com uma garrafa com bebida possivelmente envenenada e seus colegas começarem a passar mal.

Quatro pessoas morreram após tomar a bebida e outras quatro passaram mal logo depois de tomarem. Cerca de oito horas depois, um outro homem em situação de rua deu entrada no hospital com os mesmo sintomas das possíveis vítimas de envenenamento.

Mais conteúdo sobre

Polícia