VÍDEO: passageiro relata terror em ônibus assaltado a caminho de Brusque

Atualizado

“Foi cena de filme”. Assim o vendedor Leandro Lacerda Silva, 37 anos, define o assalto ao ônibus na BR-116, em Campina Grande do Sul, no Paraná. Ele havia saído de São Paulo, onde visitou familiares, com destino a Brusque, cidade em que mora, quando viveu momentos de terror nas mãos de três criminosos.

Leandro estava no ônibus invadido por criminosos que foram mortos por passageiro – Foto: Arquivo pessoal

Sentado no primeiro banco no piso superior do ônibus, Leandro viu um carro cortar a frente do coletivo, três homens encapuzados descerem e invadirem o veículo. Em uma ação que durou cerca de três minutos, os bandidos, dois deles armados, começaram a recolher os pertences dos passageiros.

“Um deles subiu e outros dois ficaram na parte inferior. Depois que entraram, eles mandaram o ônibus arrancar e o carro em que estavam veio seguindo a gente. Mas assim que fecharam as portas, um homem que estava viajando e é segurança pegou a arma”, conta Leandro.

O passageiro, de 47 anos, sacou uma pistola e acertou dois criminosos. “Eles ficaram caídos no primeiro andar do ônibus e o outro, que não mostrou nenhuma arma, se trancou no banheiro. Ele saiu pela janela de emergência, caiu na estrada e acabou atropelado por um caminhão”, recorda o brusquense.

“Deu medo de ser acertado por uma bala perdida. Mas foi tudo tão rápido que a gente só pensou depois”, diz Leandro. Ele viu o carro usado pelos criminosos ultrapassar o ônibus e fugir após os disparos dentro do coletivo.

Investigação

A Polícia Civil do Paraná instaurou um inquérito para apurar o crime. As identidades dos três homens mortos durante a ação não foram informadas.

As autoridades afirmaram ao nd+ na manhã desta quinta-feira (13) que ainda não localizaram o carro usado pelos criminosos, bem como o motorista que fugiu levando o veículo.

Mais conteúdo sobre

Polícia