Vigilância Epidemiológica orienta a população sobre morte de macacos 

Atualizado

O ano de 2020 começou com um alerta para a cidade de Massaranduba, Norte do Estado. Nos primeiros 20 dias do ano, já foram encontrados seis macacos mortos com suspeita de febre amarela no município. Os animais foram encontrados nas localidades do Centro, Braço do Norte e Guarani Mirim.

A morte dos animais significa que o vírus está presente na região – Foto: Divulgação/ND

Ao contrário do que se pensa, os macacos não são os transmissores da febre amarela. A doença é transmitida através da picada de mosquitos infectados com o vírus e única ferramenta para a prevenção é a vacina. A morte dos animais significa que o vírus está presente na região.

Por isso, a orientação da Vigilância Epidemiológica de Massaranduba é para que a população entre em contato com o órgão pelo telefone (47) 3379 – 8511, caso encontre algum animal morto. Além disso, a recomendação é de que a comunidade evite o contato com esses animais.

A vacina contra a febre amarela está disponível em todas as unidades de saúde do município. Até o momento, 99% do público alvo (crianças a partir dos nove meses e até 60 anos) foram imunizados.

Leia também:

Saúde