Violência contra população LGBT é tema de conferência estadual

“Por uma Santa Catarina que criminalize a violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais” é o tema principal do debate

Agência Brasil/Divulgação

Todos os dias, a população LGBT de Santa Catarina, do Brasil e do mundo sofre com o preconceito e a violência. Para debater esse questão, a 3ª Conferência Estadual de Políticas Públicas e Direitos Humanos da População LGBT terá como tema “Por uma Santa Catarina que criminalize a violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais”, em evento aberto ao público que ocorrerá em 12 e 13 de março, no auditório do Centro de Ciências da Saúde da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

“Precisamos lutar por uma sociedade livre de preconceitos e discriminações”, disse a Guilhermina Cunha Ayres , coordenadora da Comissão Organizadora da Conferência.

A estimativa dos organizadores é de que pelo menos 150 delegados debatam ainda políticas transversais, participação social e sistema nacional LGBT, educação, cultura e comunicação/mídia em direitos humanos, segurança pública e justiça e marcos jurídicos e legais para o enfrentamento à violência.

Os 27 delegados eleitos na conferência estadual apresentarão as propostas dos catarinenses na conferência nacional, que ocorrerá em Brasília entre os dias 25 e 27 de abril. O evento é viabilizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação.

Confira a programação completa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...