Vítimas de atropelamento na Beira-Mar prestam depoimento e falam em filmagem

Atualizado

As quatro vítimas do atropelamento que ocorreu na avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis, na madrugada de quinta-feira (20), prestaram depoimento no início da tarde desta segunda-feira (24), na 1ª Delegacia de Polícia da Capital, no Centro.

Alan Oks Sueiro, acusado de atropelar quatro pessoas na Beira-Mar, se apresenta na 1ªDP da Capital – Flávio Tin/ND

Conforme a defesa das vítimas, no depoimento elas afirmaram à polícia que o acusado do atropelamento, o empresário Alan Oks Sueiro, de 38 anos, foi filmado no balcão do bar de um beach club em Jurerê Internacional, usando óculos escuros, nesse sábado (22). A filmagem teria sido feita por um amigo dos atropelados.

Leia também:

Ainda segundo a defesa, caso seja provada a autenticidade das imagens, estas serão usadas para contrapor a declaração de Sueiro de que não havia consumido bebida alcoólica na noite do atropelamento. Ele afirmou que tinha tomado remédios psicoativos de uso controlado, e que por isso não podia beber.

Jhenny Palacios é uma das quatro vítimas de atropelamento na Avenida Beira-Mar Norte – Facebook/Divulgação

“Dois dias após ter nos atropelado ele já estava dirigindo, bebendo e se divertindo. Não me conformo com essa desculpa que ele deu do remédio”, disse uma das vítimas.

A defesa diz que as vítimas procuraram o beach club em busca de imagens que mostrassem Sueiro no local, mas a casa afirmou que, naquela ocasião, as câmeras estavam apontadas para o chão.

O único vídeo do episódio divulgado até o momento foi gravado pelo sistema de videomonitoramento da Polícia Militar. “Vamos insistir na coleta de provas”, disse o advogado Claudio Gastão da Rosa Filho, que assumiu a defesa dos atropelados.

Quatro vítimas de atropelamento e motorista estiveram na 1ªDP nesta segunda-feira – Flávio Tin/ND

Advogado diz que cliente bebia água

O defensor de Sueiro, Rudolf Carlos da Rocha, chegou ao local às 16h15 e conversou com a imprensa. Questionado sobre o suposto vídeo gravado no bar, ele disse que o cliente esteve no beach club e bebeu apenas água.

Rocha reforçou que o cliente não bebe e informou que ainda não teve acesso às novas imagens, que teriam sido gravadas na casa noturna. O advogado também disse que é necessário realizar uma perícia para comprovar a autenticidade do conteúdo.

Por volta das 16h40, Sueiro chegou para se apresentar à polícia e também falou à imprensa. Ele confirmou que esteve no beach club.“No sábado passado eu saí, porque eu precisava sair, ter um pouco de tranquilidade. Meus dias foram horrorosos e eu precisava encontrar com meus amigos. Eu estava bebendo água no Café de la Musique”, disse Sueiro, que em seguida encerrou sua fala e entrou na DP ao lado do advogado.

Novo advogado dos quatro atropelados

O advogado criminalista Claudio Gastão da Rosa Filho informou nesta segunda-feira que assumiu a defesa das quatro pessoas atropeladas a pedido de amigos, sem cobrança de honorários.

Segundo ele, “a decisão foi motivada por convicção em relação ao episódio, baseada em provas e testemunhos”. “São pessoas de origem humilde e me procuraram para eu atuar no caso”, afirmou o advogado.

Trânsito