Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.


WhatsApp? Sim, mas com bom senso

Foto: Reprodução/NDFoto: Reprodução/ND

WhatsApp é fácil, instantâneo e ninguém mais vive sem. Por estar sempre, literalmente, à mão e dispensar o uso do e-mail, caiu no gosto de gente de todas as idades. Mas, com o aplicativo de envio de mensagens, veio junto a falta de bom senso ao usá-lo.

1) Pergunte ao destinatário se ele quer e/ou pode se comunicar por ali.

2) Só dispare mensagens em horários muito cedo da manhã ou tarde da noite (madrugada nem pensar) se tiver intimidade com a pessoa ou for assunto urgente.

3) A comunicação profissional formal continua sendo por e-mail ou impressa.

4) Conteúdo relativo a trabalho, por favor, em horário comercial. Exceções devem ser combinadas entre as partes ou use o bom senso (olha ele aí).

5) Não entupa a memória do aparelho telefônico alheio com vídeos, fotos (álbuns inteiros até) e arquivos de texto que, na maioria das vezes, não interessam.

6) Áudios longos ou em sequência cansam.

7) Leia, releia e memorize para sempre o item 1.

As pessoas devem entender que o “zapzap” é uma extensão das funções do telefone, equivale a uma ligação – e pode incomodar.

+

Marcos Cardoso