2021 será de segurança

Minha mensagem no início do ano letivo de 2020 não foi um prenúncio, era otimismo: “…Na convivência, com a dedicação amorosa peculiar de um professor, construímos uma cumplicidade ímpar, entrelaçando almas, ensinando e aprendendo para a vida”. Sem dúvida,  2020 foi o ano do aprendizado para a vida, em que os professores foram cúmplices do amor.

Tivemos como princípio a segurança, a tranquilidade e a saúde. Balizamos as decisões da Secretaria de Educação neste tripé. Com este princípio estamos programando o retorno das atividades escolares para 2021, proporcionando condições estruturais e sanitárias que possibilitem a retomada das unidades de ensino de forma segura.

Buscamos orientações nas autoridades sanitárias, bem como nos dados da Sociedade de Pediatria sobre os aspectos epidemiológicos, onde cientificamente registram que as crianças e os adolescentes representam menos do que 1% da mortalidade e respondem por 2,3% do total das internações, pois a maioria das crianças tem quadro leve ou assintomático.

Buscamos o referencial dos países europeus, que definiram os ambientes pedagógicos como serviços essenciais, orientando a retomada das atividades educacionais. Nosso ano letivo começa neste dia 10 de fevereiro com atividades não presenciais nos primeiros trinta dias.

Esta precaução fortalece o planejamento de atividades que favoreçam o acolhimento emocional e a observação do comportamento dos estudantes por parte dos professores, que terão orientações para reconhecer e encaminhar de forma precoce estudantes com risco de sofrimento psíquico ou com transtornos da saúde física e mental para as equipes de suporte psicológico.

No período avaliaremos os cenários da pandemia e a evolução do processo de vacinação, acreditando na possibilidade da alteração do Plano Nacional de Imunização, antecipando a vacinação dos professores. As atividades presenciais nas 37 escolas e 80 creches serão focadas no plano de retomada, para minimizar os possíveis riscos aos quais a comunidade escolar poderá estar exposta.

Março será marcado na história de Florianópolis como “Março da Educação”. Haverá entregas, inaugurações, que visam os estudantes, fortalecendo nossa relação de respeito, amor e confiança, levando encantamento, inspiração, consolidando a essência da escola em suas vidas.

+

Artigos