Academia da PRF na Ilha?

A instalação da Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal no Norte da Ilha de SC parecia ser mais um fator de segurança para a população. Em minha vida profissional e pessoal, testemunhei valorosos atos que enobrecem aquela força.

Agora, observações sinceras de muitos moradores levam a repensar sobre essa presença, ausente rodovia federal aqui e, pois, sem jurisdição. Fazendo coro com essas vozes e ponderações de quem é do setor, parece necessário examinar melhor essa situação , evitando-se aumento do problema e muita despesa.

A começar pelo uso do dinheiro gasto com o aluguel da bela área, que já poderia ter ensejado a construção de boa parte de melhores instalações, como alojamento para todos e salas e espaços para instrução, ao longo de uma BR ou em terreno, segundo informações, já destinado para tanto na Capital Federal, distante de aglomerados urbanos.

Alojou-se justamente na rodovia mais movimentada do Estado, a SC-401, onde suas camionetas trafegam continuamente e sempre com preferência de passagem. Só a última turma teve cerca de 1.200 alunos, de várias partes do País, trazendo centenas de veículos.

Em várias oportunidades, testemunhei o repúdio da nossa gente quanto às inúmeras motocicletas usadas para exercício nas vias municipais, agravando a nossa mobilidade, sempre com a mesma preferência e muitas vezes exigida de modo autoritário, assim como a proibição de passagem por rua que divide a área. São inúmeros os que não suportam os milhares de tiros, ouvidos a quilômetros, no mesmo período da necessária instrução. É uma escola de grande porte em plena região que se expande com rapidez. Em poucos meses será instalado importante centro comercial a apenas 200 metros, a ser frequentado diariamente por milhares de pessoas!

Não é demais saber as razões, certamente respeitáveis, da vinda dessa escola para cá. De ver, entanto, que soluções simplistas ou corporativistas não cabem nesta era de inteligência artificial. A responsabilidade é superlativamente maior porque tudo é pago pelo povo. Na busca do bem comum, definir estratégias, planejar e exercitar transparência é um dever do administrador público.

Mais Opiniões Artigos

Artigo

O dia 27 de janeiro celebrou os 75 anos do fim de Auschwitz um temível campo de concentração […]

Artigo

O início deste novo ciclo significa novas oportunidades, aprendizados, crescimento pessoal e coletivo com muitos desafios. A Escola […]

Artigo

Sobre o futuro do varejo há uma única certeza: não há um único modelo a ser copiado, ao […]

Artigo

Vivemos em tempos de impulsionamento das startups, e o melhor de tudo é que o Brasil possui uma […]

Artigo

Dados do estudo “Estatísticas de Gênero: Indicadores sociais das mulheres no Brasil”, divulgado pelo IBGE em junho de  […]

Artigo

O Poder Judiciário de Santa Catarina, na busca pela melhor prestação jurisdicional caracteriza-se também, dentre tantos outros atributos […]

Artigo

Com o verão, aumentou a procura por apartamentos para alugar pelo Airbnb, a plataforma que aluga residências por […]