CPI da Inquisição

Ao acompanhar os interrogatórios na CPI da Covid fica claro o viés inquisitivo de muitos senadores que insistem que cada testemunha forceje uma resposta que eles previamente desenham e querem ouvir, e, pior, sequer aceitam que os ouvidos contextualizem respostas.

Não se está a defender nem acusar ninguém, aliás, este deveria também ser o espírito de uma CPI, ao passo que lhe incumbe colher informações e não promover acusações antecipadas contra quem quer que seja.

O Brasil errou em muitos pontos na questão da Covid? Com certeza sim, e qual país não errou? O ponto não é esse, a questão é se no contexto que ocorreram ações e omissões quais eram as opções naquela conjectura válida para quais autoridades tomarem quiçá rumos diversos.

Os ingleses mesmos começaram com a política da imunização de rebanho, e trocaram os sinais quando perceberam que não seria uma boa estratégia.

O exercício que também precisa ser feito, por questão de Justiça, é o seguinte: Se o presidente ordenasse a compra de vacinas Pfizer não aprovadas pela Anvisa, e que viessem a não lograr tal aprovação pelo nosso órgão de controle sanitário, não estaria respondendo a outra CPI por ter sido açodado e dispendido dinheiro público sem “certeza científica”?

Não se pode olvidar que quando as vacinas passaram a ser realidades, aprovadas por órgãos sanitários de segurança pátrio e internacionais, o Ministro da Saúde e a política federal mudou, Queiroga hoje se esforça para adquirir matéria prima e imunizantes.

O governo federal não acertou em todas etapas da pandemia, como também os Ingleses, e o Estado de Santa Catarina também não acertaram.

O Senado que hoje mais acusa que colhe elementos em CPI, é o mesmo Senado que tem iniciativa de lei, e que se omitiu a acelerar o processo de vacinação com projetos de Leis ou recomendações ao Governo Federal na mesma medida que acusam outros poderes de dita omissão?

Sim, é preciso reconstruir a linha do tempo da Covid em paralelo às tomadas de decisões, contudo, sem se descurar das informações que se tinham em cada momento, e não querer impor a todo custo a culpa a um único cidadão, de forma antecipada, ainda que ocupe o posto maior da República.

Dever de apuração, e não Tribunal de Inquisição é que se espera de CPI. Vacina, também contra a hipocrisia, já!

+

Artigos

Artigo

Sabido e ressabido que “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou ...

Artigo

As velhas tragédias gregas já nos ensinaram que são poucas as coisas que de fato movem a humanidade: ...

Artigo

​A infraestrutura é aliada incondicional do desenvolvimento econômico e social. A afirmação é irrefu ...