Da Turma da Gargalhada com sua mais sentida saudade

No momento em que nos reencontramos, nesta data de 03/05/2021, após longo distanciamento compulsório, em decorrência da pandemia Covid-19 que grassa em nosso planeta, dirigimos nossos primeiros pensamentos, nossos espíritos, nossa homenagem solene e a energia vibrante da Turma da Gargalhada ao seu insigne e imortal integrante, querido e admirável amigo Mario José Gonzaga Petrelli.

Há cerca de um ano, em 22/04/ 2020, Mario Petrelli partiu com um adeus silente, ou até logo provavelmente, que de tão inopinado, repentino e surpreendente tirou-nos a chance do olhar, da companhia e de um abraço.

Doloroso momento em que um homem valoroso, robusto em caráter e sentimentos, dotado de invejável memória sobre tudo do seu tempo, aclamado por tantos e honoráveis amigos ,filantropo anônimo e prestigiado empreendedor nacional deixou-nos sem sua presença e agradável convivência.

Acresceu a todos nós um legado de alegria, exemplo e cinquenta e sete marcantes mensagens por e-mail, procedimento impar no grupo, que sempre iniciava com um “Queridos amigos da Turma da Gargalhada”. O primeiro e-mail em 22/05/2018 com o título “Encontro com o futuro” e o último em 09/04/2020 intitulado “ABRAÇOS”, foi sua despedida. Treze dias após partiu para nova tarefa nos Jardins de Deus.

Mario Petrelli, humilde e carismático integrante do nosso grupo, era um dos mais respeitados e influentes homens do Sul do Brasil e com sua partida resta em nós uma imensa saudade, sobretudo ao nosso Paulo Konder Bornhausen, seu amigo de tanto tempo e de tantas maravilhosas histórias e estórias contadas com fino humor em nossas reuniões. Pessoas felizes espalham felicidade e luz ao seu redor. Mario Petrelli era um homem feliz.

Um brinde e abraços emocionados de todos nós querido e inesquecível amigo. Sua cadeira continua aqui. Dos seus, Paulo Bornhausen, Murillo Capella, Luiz Alberto, Diniz, Zé Bastos, Julio Gonçalves, Aurelio Araujo e Newton Bruggemann.

+

Artigos