Distantes, mas conectados

O “boom” da internet e o uso das tecnologias aumentaram as preocupações acerca das suas possíveis consequências negativas, e como dizia o cientista Albert Einstein: “Se tornou aparentemente óbvio que nossa tecnologia excedeu nossa humanidade”. No entanto, é inegável que as tecnologias trouxeram praticidade ao dia a dia. Em instantes, tudo se conecta.

No mês de março, completamos um ano de atividades não presenciais e de sessões virtuais do Conselho Estadual de Educação. Jamais imaginaríamos que, devido à propagação do coronavírus, nos seriam impostos o isolamento social e o aprendizado tecnológico de forma tão abrupta e imediata.

Mesmo sem saber o que o futuro nos reservava, fomos ágeis e resolutivos, construindo um canal seguro que viabilizou o bom andamento das nossas ações, e impediu a paralisação das atividades escolares. Ao todo, foram realizadas 226 reuniões de comissões e 49 reuniões plenárias, totalizando aproximadamente 320 horas de trabalho.

Agimos com celeridade, buscando orientar com segurança jurídica e concisos, para evitar dúvidas referentes aos encaminhamentos e atos praticados pelas escolas catarinenses, com destaque à Resolução CEE/SC nº 009, aprovada no dia 19/03/2020, que dispõe sobre o regime especial de atividades escolares não presenciais no Sistema Estadual de Educação de Santa Catarina, para fins de cumprimento do calendário letivo do ano de 2020, como medida de prevenção e combate ao contágio da Covid-19.

É surpreendente quando observamos os exemplos de inovação que promovemos neste percurso tão difícil, servindo de exemplo para outros Entes Federados, resultando na solidificação da nossa parceria com o Conselho Nacional de Educação.

Nesse cenário, faço reverência àqueles que merecem o nosso reconhecimento e a nossa admiração, como exemplos de superação. Direciono meu eterno respeito às conselheiras e aos conselheiros, e em especial aos professores, sem os quais nossos jovens e crianças teriam sido ainda mais prejudicados durante esta pandemia.

Que tenhamos a sensibilidade, serenidade e responsabilidade, para continuar a nossa caminhada instigados pelo bem da vida, e com absoluto crédito na educação. Só ela transforma!

+

Artigos

Artigo

Sabido e ressabido que “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou ...

Artigo

As velhas tragédias gregas já nos ensinaram que são poucas as coisas que de fato movem a humanidade: ...