Do lar ao home office

O lar ganhou um novo significado nesta era de isolamento social e home office. E a necessidade de transformarmos nossas casas em espaços para todos os momentos – do lazer ao trabalho – impulsionou o mercado de arquitetura, construção, design e decoração no país.

Segundo pesquisa da Ebit/Nielsen, o setor de cama, mesa e banho, por exemplo,  cresceu 23,5% no primeiro semestre deste ano. Outra pesquisa, da OLX Brasil, aponta que os campeões de procura neste período foram almofadas (aumento de 494% em comparação com o período pré-pandemia), vasos (201%), quadros (187%) e móveis (94,4%).

Outro segmento econômico que já desponta é o de materiais de construção, que supera em 15% o volume de vendas do mês de fevereiro pré-pandemia, como aponta pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Tudo isso nos leva a crer que 2021 será um ano positivo para a cadeia de construção civil, setor imobiliário, decoração e design.

Em Florianópolis, esta tendência já vinha se consolidando desde o segundo semestre de 2020, com movimentos de expansão e o surgimento de novas lojas focadas em produtos de alto padrão para o lar e também para mobiliário corporativo – mesmo que o trabalho seja realizado dentro de nossas casas.

E ainda que o digital tenha avançado de maneira significativa desde a pandemia, o mercado de decoração e design tem uma característica de atendimento presencial e contato físico com os produtos, muitas vezes comprados sob medida, com recomendação de especialistas e profissionais – é isso que torna nossos lares e home offices diferenciados, aconchegantes e especiais.

Outro impacto positivo da expansão deste mercado físico é o fortalecimento do comércio e da rede de serviços ao redor, como restaurantes, bares e cafés – um contraponto ao fechamento de muitas destas operações, que foram atingidas pela pandemia.

Temos, portanto, um cenário de otimismo para 2021: cuidados com nosso lar e com os espaços de trabalho e lazer em alta, um “novo normal” ao qual já nos adaptamos, e a perspectiva de uma retomada econômica gradual e mais consistente. O setor privado está fazendo a sua parte – cabe ao governo federal concluir as reformas (fiscal e administrativa) que estão pendentes e que podem dar um impulso definitivo ao país.

+

Artigos

Artigo

Sabido e ressabido que “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou ...

Artigo

As velhas tragédias gregas já nos ensinaram que são poucas as coisas que de fato movem a humanidade: ...

Artigo

​A infraestrutura é aliada incondicional do desenvolvimento econômico e social. A afirmação é irrefu ...