Eletrosul é patrimônio de SC

Cinco décadas de história em solo catarinense. Cinco déca­das de desafios na geração e transmissão de energia. Cinco déca­das de desenvolvimento econômico, estudos, pesquisas, planejamento e tecnologia para Santa Catarina e o restante do país. Essa é a trajetória da Eletrosul, que desde 1968, com sede em Florianópolis, contribui para a ex­pansão sustentável do nosso Estado.

Assunto debatido em audiências pú­blicas, reuniões e comissões do Con­gresso Nacional, a fusão da Eletrosul por outra subsidiária da Eletrobras tem sido um pesadelo para Santa Ca­tarina. O caminho árduo pela não in­corporação por uma empresa menor e mudança da sede para o Rio Gran­de do Sul, onde fica a Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), percorre por gabinetes dos ministros de Minas e Energia, da Casa Civil, e de deputados da Frente Parla­mentar Catarinense (FPC).

Unimos esforços para impedir a mu­dança que seria até o início de julho, já aprovada pelo conselho da Eletro­bras. Agora, vamos até à Presidência da República reivindicar pela perma­nência da estatal.De matriz energéti­ca predominantemente limpa, resul­tado de fontes hídrica, eólica e solar, a Eletrosul tem energia suficiente para atender ao consumo de 10 milhões de pessoas. É majoritária no seu fatura­mento e possui 12 mil quilômetros de transmissão de energia. Em 2018, seu lucro líquido atingiu R$ 125 milhões, com receita bruta de R$ 2.339 bilhões. Diferentemente da empresa gaúcha, de 350 colaboradores, que encerrou o mesmo ano com prejuízo de R$ 562, 9 milhões. Como representante federal de Santa Catarina, me sinto no de­ver de exigir mais respeito pelo nosso Estado, que muito contribui e pouco recebe. Somos o sexto Estado em ar­recadação de tributos federais e o vi­gésimo em retorno de verbas, obras e serviços. Portanto, esse caminhar por nossos direitos inclui a luta pela per­manência da única estatal sediada em solo catarinense.

Fruto do trabalho do governador An­tônio Carlos Konder Reis, que na dé­cada de 1970, transferiu a sede da Eletrosul do Rio de Janeiro para Flo­rianópolis. A relevância dos avanços, transformações e desenvolvimento para fomentar o uso de fontes alter­nativas de energia que envolve sua história é patrimônio catarinense. Temos o direto de preservá-lo e man­tê-lo conosco!

Mais Opiniões Artigos

Artigo

Florianópolis é mundialmente reconhecida pelas suas belezas naturais e pela sua gastrono­mia. Em 2014, tornou-se a primei­ra cidade […]

Artigo

Já compartilhei em outras publicações sobre a decisão de fazer um inter­câmbio, os medos envolvidos, as difi­culdades e […]

Artigo

A avicultura industrial brasileira nas­ceu em território barriga-verde e conquistou o mundo, é sinônimo de eficiência e qualidade […]

Artigo

Um dos maiores exemplos da dimensão dos serviços pú­blicos prestados à sociedade catarinense é a Rede Estadual de […]

Artigo

Nas campanhas eleitorais é comum as pessoas plei­tearem mais investimen­tos em infraestrutura e educação, mas raramente pedem a […]