Mais uma tragédia: até quando?

Um caminhoneiro dirigindo visivelmente alterado, muito provavelmente pelo uso de cocaína (certa quantidade da droga foi encontrada e apreendida pela polícia dentro do veículo), causou mais uma tragédia quase que inimaginável na BR-101, entre Penha e Itajaí.

O caminhão que ele “dirigia” arrastou uma motocicleta por quase 33 km na via mais movimentada do Estado. Com o piloto da moto agarrado ao cami-nhão tentando fazê-lo parar. A mulher do piloto caiu na hora do atropelamento e morreu horas depois no hospital.

Diante de mais essa situação de horror, é hora de perguntar: como se entrega uma carteira de motorista (CNH) a alguém incapacitado para usar um veículo como profissão sem passar por um médico especialista? Já passou do tempo de avançarmos neste aspecto, estabelecendo avaliações médicas, toxicológicas e psicológicas periodicamente quando se trata de motoristas candidatos a trabalharem a partir da liberação da CNH. Isso é imprescindível.

Mais uma vida perdida por uma série de irresponsabilidades, que começam nas estruturas governamentais e terminam lá na ponta, com gente incapacitada andando por aí com essas verdadeiras armas letais sobre rodas.

No dia 18 de março, está prevista a votação no Senado do projeto, mais do que irresponsável, que libera a avaliação médica para liberação de CNH por qualquer médico.

Se isso passar, infelizmente, mais e mais tragédias vão acontecer. E essa lógica de desvalorização dos médicos e psicólogos peritos examinadores de trânsito precisa cessar, pois a situação está beirando o insustentável.

Desde 2019, para citar um exemplo clássico, a direção do Detran-SC fez de tudo para desmantelar a estrutura de perícias em Santa Catarina, editando decreto e portarias que foram anulados há pouco pela Justiça depois de muita discussão e idas e vindas.

Neste ínterim, houve um vácuo com gente sem especialização liberando CNHs no Estado. Um absurdo. Até quando perderemos pessoas de bem, amigos, familiares, profissionais corretos, para a irresponsabilidade e a negligência? Com a palavra, nossas autoridades federais e estaduais.

+

Artigos

Artigo

Os estudiosos do pensamento dos imortais buscam o aval da ciência em suas observações, apesar de sab ...

Artigo

Santa Catarina cresce acima da média nacional, impulsionada por uma indústria que é referencia e pel ...