O que temos a comemorar?

A água é o nosso bem maior e mais essencial. Porque água é vida! Entretanto, apesar de abundante em nosso planeta, cobrindo 70% da superfície da Terra, apenas 2,6% dela é própria para consumo. Os expressivos 97,4% contemplam os oceanos, o que significa água salgada.

O Brasil tem o privilégio de deter 12% da água doce mundial. Mas o país ainda não está em posição absolutamente confortável quando se fala em distribuição de água tratada. Temos 83,7% da população atendida, só que isso também reflete que outras cerca de 35 milhões de pessoas aguardam por este serviço.

E quando se fala em coleta e tratamento de esgoto adequados, os números são ainda mais elevados. Aproximadamente 100 milhões de pessoas – ou seja, quase a metade da população – não têm tal acesso. E se água potável e saneamento básico sempre foram fundamentais para a saúde pública, em tempo de pandemia se tornaram ainda mais essenciais.

Portanto, neste Dia Mundial da Água, celebrado desde 1992, é preciso enfatizar as esperanças que se renovam com progra-mas como o Desenvolvimento Sustentável da ONU para 2030.

O apelo é global para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima. E garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de uma vida mais digna e próspera. Para o Brasil contamos com o Marco Legal do Saneamento Básico, sancionado em julho do ano passado pelo Presidente Jair Bolsonaro.

Aqui, o objetivo é alcançar 99% de água potável e 90% de rede de cole-ta e tratamento de esgoto a toda a população do território nacional até 2033. Através da qualificação da prestação de serviços – com contratos de concessão e licitações de empresas públicas e privadas – teremos um avanço muito importante para o país.

Em Santa Catarina, justamente pela atuação da iniciativa privada, o Estado já apresenta alguns bons exemplos a serem realçados. Entre eles, a cidade de Itapema,no Litoral Norte.

Por meio de concessão à Conasa Águas de Itapema, o município pode se orgulhar de estar entre as poucas cidades da nação com abastecimento de água tratada a toda a população, e já se aproximando dos 90% de rede de coleta e tratamento de esgoto.

Vale ressaltar que todos têm papel fundamental nesta luta, cidadãos, empresários e poder público, e que juntos, com nossas melhores atitudes, seremos responsáveis pelos louváveis objetivos.

+

Artigos

Artigo

Sabido e ressabido que “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou ...