PIX: expectativa por um vetor de crescimento econômico

O Banco Central acaba de publicar a Circular nº 4.027/2020, que institui o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e a Conta Pagamentos Instantâneos (Conta PI). Ambos integram o PIX, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, com disponibilização prevista para novembro deste ano.

O desenvolvimento do PIX faz parte da Agenda BC#, que contém propostas do Banco Central para modernizar o Sistema Financeiro Nacional com base em quatro pilares: inclusão, competitividade, transparência a educação financeira.

Mas quais os diferenciais? A proposta é que, com o PIX, pagamentos e transferências sejam realizados a qualquer hora do dia, em qualquer dia da semana (inclusive fins de semana e feriados), principalmente através de celular por QR Code, link de pagamento ou chave de endereçamento.

Além da agilidade, o sistema também se propõe a ser mais seguro e barato. Nesse sentido, o Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, anunciou que haverá gratuidade para pessoas físicas, bem como que o PIX permitirá o serviço de saque por meio da rede varejista, ou seja: saque de dinheiro em estabelecimentos comerciais.

Merece destaque o expressivo número de instituições financeiras e de pagamento que estão participando do processo de adesão ao sistema: ao todo, são 980, embora a adoção da plataforma seja obrigatória para apenas 34 instituições.

Se concretizadas as pretensões do Banco Central, o PIX poderá transformar a forma como lidamos com operações financeiras, com potencial para impactar o mercado ao aumentar o fluxo de caixa das empresas e reduzir os custos das transações financeiras, assim como ao simplificar o sistema de pagamentos, incentivando o consumo.

Outras repercussões poderão ser sentidas no setor do e-commerce, por exemplo, uma vez que o PIX reduz o tempo de compensação dos pagamentos, o que influencia diretamente o prazo de entrega dos produtos.

Em verdade, a expectativa é que o sistema seja um vetor de crescimento econômico para o Brasil, trazendo eficiência e agilidade para um setor até então atrasado, e chamando atenção de novos usuários.

+

Artigos