Prevenção e o cuidado com os olhos

Abril é o mês de prevenção, diagnóstico, tratamento precoce e reabilitação da cegueira. Chamada de Abril Marrom, a campanha criada em 2016 tem como objetivo reforçar a mensagem de conscientização a respeito do tema. Mas por que abril?

Porque no dia 8 se comemora a data de nascimento de José Álvares de Azevedo (1834 – 1854), o primeiro professor cego brasileiro e o responsável por trazer o alfabeto Braille ao país. A data passou a ser o Dia Nacional do Braile. José Álvares – hoje Patrono da educação de cegos no Brasil – morreu de tuberculose com apenas 20 anos de idade. E por que marrom? Porque é a cor da íris mais comum nos olhos dos brasileiros.

Em nosso país, conforme o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), há mais de 1,2 milhão de cegos – desses, 26 mil são crianças. O nível de desenvolvimento socioeconômico, segundo o CBO, está relacionado com as condições de saúde ocular e as causas estão intimamente relacionadas à ausência de prevenção.

Doença que costuma chegar silenciosa, a cegueira é causada, principalmente, pela catarata, glaucoma, degeneração macular e a retinopatia diabética. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), de 60% a 80% dos casos de cegueira poderiam ser evitados.

Catarata é a causa mais comum de cegueira, mas felizmente há cirurgia. Por sua vez, o glaucoma é uma das principais causas da perda irreversível da visão e acontece quando há danos na comunicação entre o nervo óptico e o cérebro. De maneira gradual e imperceptível, começam a surgir “pontos cegos” que só serão percebidos depois de um dano considerável, quando todo o nervo é destruído e ocorre a cegueira. No entanto, se detectada com antecedência, o problema pode ser corrigido com colírios ou cirurgia.

Por isso, visitar o oftalmologista com regularidade, permite que o paciente perceba o problema no início, o que facilita o tratamento. A consulta deve ser rotineira e não tem idade – quanto mais cedo se criar o hábito, mais doenças relacionadas aos olhos serão evitadas.

Além disso, o Abril Marrom serve para se debater meios de combate ao preconceito. A Lei Brasileira de Inclusão é um instrumento desta luta, no qual se estabeleceu que a discriminação contra deficientes é crime. O caminho é longo e árduo, mas nós podemos fazer a diferença.

+

Artigos

Artigo

Os estudiosos do pensamento dos imortais buscam o aval da ciência em suas observações, apesar de sab ...

Artigo

Santa Catarina cresce acima da média nacional, impulsionada por uma indústria que é referencia e pel ...