Reforço para o Fisco

Santa Catarina tem hoje uma das economias mais saudáveis do País. E isso, sem dúvida, nos coloca numa situação privilegiada em comparação a outros estados brasileiros neste momento de recuperação econômica para o País. Basta olhar para os números. Alicerçada no trabalho do Fisco, a arrecadação catarinense vem batendo recordes, ultrapassando a barreira dos R$ 4 bilhões em mais de uma oportunidade no primeiro semestre de 2022. O desafio, a partir de agora, é manter esses bons indicadores – e até mesmo superar nossas próprias marcas.

As projeções para o segundo semestre de 2022 indicam que poderemos ter dificuldades, mas certamente estaremos bem preparados para superar qualquer novo obstáculo. Isso porque nesta terça-feira, dia 21 de junho, estamos recebendo um reforço importante com a posse de 79 auditores fiscais aprovados no concurso público de 2018. Estes profissionais integravam o cadastro reserva desde então. Outros 90 haviam assumido seus postos em julho de 2020, no meio da pandemia, e se provaram fundamentais para o trabalho de recuperação da arrecadação e da economia catarinense.

Até a posse dos novos colegas, no dia de hoje, Santa Catarina contava com 378 auditores fiscais na ativa. Aos olhos de fora, pode parecer muito. Porém, de junho de 2021 para cá, 22 se aposentaram – e a tendência é que isso ocorra em maior número e velocidade, por conta da faixa etária e tempo de serviço do nosso time.

Mesmo com limitações de pessoal, o quadro fiscal de SC é exemplo para o Brasil. Além da qualificação frequente do trabalho do Fisco, o Estado se beneficia dos projetos de tecnologia e fiscalização desenvolvidos pela própria Fazenda. Por isso, é nosso compromisso seguir investindo em capacitação para os auditores fiscais. Com este reforço, reafirmamos que, em time que está ganhando, se mexe sim.

É importante que o cidadão compreenda que o dinheiro dos impostos é revertido em investimentos e torna possível melhorias contínuas em Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e em muitas outras áreas prioritárias para o Governo do Estado. Quando falamos em pagamento de impostos, são comuns reclamações e críticas. Mas a verdade é que a arrecadação desses tributos tem reflexos positivos na vida de cada catarinense. Manter a arrecadação no topo vai contribuir para que a economia de SC esteja também no topo.

+

Artigos

Artigo

Antes que pudéssemos nós mesmos decifrar aquele conjunto de sinais, o encanto pelas palavras nasceu ...