Somente aplausos não derrotarão o Coronavírus

No momento em que a capacidade das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em Santa Catarina está próxima a 85%, a abertura de novos leitos hospitalares é importante e necessária, mas não o suficiente para enfrentar a pandemia do Coronavírus. É preciso investir urgente em recursos humanos!

Médicos estão sendo afastados, a demanda tem aumentado e profissionais que estão na linha de frente estão sobrecarregados. As novas contratações não são realizadas, e os que colocam suas vidas em risco para realizar o melhor atendimento possível à população catarinense, não são valorizados.

Equipamentos, medicamentos e leitos por si só de nada adiantam!

Na rede estadual, os contratos são temporários e a remuneração é muito baixa. A Medida Provisória 228, de 26 de maio de 2020, que segundo o Governo valorizaria os médicos durante a pandemia, precisa de ajustes e passados 50 dias e várias reuniões da Secretaria de Estado da Saúde com as Entidades Médicas, não há respostas objetivas para esta situação que não pode mais esperar.

Na rede privada, que inclui também os hospitais filantrópicos, os contratos são com pessoa jurídica, sem quaisquer garantias trabalhistas e com insegurança se irão pagar no final de cada mês. Algumas unidades, inclusive, reduziram a remuneração aos médicos.

Abrir leitos sem contratar novos profissionais abre a chance de os médicos estarem mais expostos ao vírus e serem eles os responsáveis por ampliar a contaminação cruzada. Necessário enfatizar a importância de termos equipes distintas para setores distintos – e não os mesmos para tudo e todos!

Há, em todo o nosso Estado e no Brasil, número de médicos habilitados e capacitados para fazer frente à demanda – desde que sejam devidamente valorizados.

Se, lamentavelmente a Covid-19 leva vidas e deixa tristezas, que não seja pela falta da infraestrutura mínima que um sistema de saúde deve ter.

O Sindicato dos Médicos do Estado Santa Catarina (Simesc) reforça a necessidade urgente da contratação destes médicos! Somente aplausos não derrotarão o Coronavírus!

Valorização e contratação de médicos já!

+

Artigos