Um mundo de Startups

Vivemos em tempos de impulsionamento das startups, e o melhor de tudo é que o Brasil possui uma grande capacidade de criar iniciativas de inovação, destacando-se quando em comparação às grandes potências da economia mundial. Apenas no último ano, cinco startups brasileiras se tornaram unicórnios, dando ao país a terceira posição no ranking mundial, atrás dos EUA e da China.

Em Santa Catarina, estamos localizados em um dos mais promissores ecossistemas de inovação, que apresenta alguns dos maiores índices de desenvolvimento nacional e engloba mais de 500 startups de tecnologia, representando 5% do PIB catarinense e ocupando o 6º lugar do ranking de startups do Brasil.

Além disso, Florianópolis é chamada de “Vale do Silício Brasileiro”, por apresentar a maior concentração de segmentos de tecnologia como parte de seu PIB e a maior densidade de startups da América Latina.

O mercado é sinérgico e conta com a presença de atores-chave e parcerias com instituições de ensino; apoio do governo; parques tecnológicos e ainda conta com a presença de associações e entidades que contribuem para o desenvolvimento do ambiente de negócios.

Para fazer parte desse ecossistema, é importante o uso de metodologias que possam ajudar na compreensão do seu funcionamento e que auxiliem a construir o modelo de negócios necessário para impulsionar ideias e proporcionar oportunidades para a escalabilidade – momento em que as startups ganham força e começam o seu crescimento.

Nesse contexto, a 49 Educação e a CDL de Florianópolis estão juntas para conectar startups em fase inicial com os melhores caminhos para o seu futuro. A Entidade é uma das pioneiras do movimento lojista em Santa Catarina e está sempre em busca de inovação.

Enquanto que a 49 Educação trouxe para o Brasil o conceito de Startup University já difundido no Vale do Silício. Em parceria, foi criado o projeto CDL Tech, um espaço completo para qualificar o varejo da nossa cidade, fortalecer o ecossistema e contribuir com novos empreendedores. O mundo é das startups e, felizmente, Florianópolis já sabe disso.