Vacina: maior presente para o Dia Mundial da Saúde

A passagem do Mundial da Saúde, neste 7 de abril, tem uma importância ainda maior do que em todos os outros anos, desde a criação da data, em 1950, pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Nunca tantos olhares se voltaram para a proteção da vida – em todas as suas faces, diante da pandemia do novo coronavírus, que já ultrapassa 1 ano no Brasil e em Santa Catarina.

O cenário remete a muitas reflexões, enquanto os desejos se voltam, inevitavelmente, para a indispensável imunização, principal arma que dispomos para enfrentar a Covid-19, vislumbrando a retomada de tudo o que o vírus paralisou ou modificou no cotidiano da humanidade.

Não resta dúvida de que o maior presente para o Dia Mundial da Saúde é a vacinação. Quanto mais rápido imunizarmos a população, menos doentes sofrerão com a doença e menos mortes serão registradas, menos leitos hospitalares serão utilizados, menor será a carga dos médicos e profissionais da saúde, que estão no limite da capacidade. Mais rápido nossas crianças poderão estar inteiramente nas salas de aulas ou convivendo com os amigos, um maior número de trabalhadores retomará as atividades e a economia poderá resgatar seus espaços.

Por isso, todos os esforços do momento devem ser para a aquisição, a entrega e a aplicação de novas doses da vacina contra a Covid-19, para uma parcela cada vez maior da população. Isso deve estar na pauta prioritária de governantes e legisladores, que podem e devem somar forças com a sociedade civil organizada.

Temos experiência comprovada para fazer vacinação em massa, assim como equipes capacitadas e infraestrutura necessária. Estamos avançando, é verdade, mas ainda precisamos criar mecanismos que agilizem ainda mais o plano de imunização, que também precisa contar com o apoio e a conscientização da comunidade.

A ACM (Associação Catarinense de Medicina) vem trabalhando em diversas frentes de ação e com inúmeras parcerias para ajudar Santa Catarina a minimizar os efeitos do coronavírus.

Como entidade que reúne as Sociedades de Especialidades Médicas, na sua multiplicidade de conhecimentos, tem consciência de que as dúvidas e as opiniões polarizadas fazem parte do ambiente de crise que envolve uma pandemia. A melhor forma de vencer esses desafios é fazer da vacinação a nossa unanimidade e a nossa maior esperança.

+

Artigos

Artigo

Sabido e ressabido que “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou ...

Artigo

As velhas tragédias gregas já nos ensinaram que são poucas as coisas que de fato movem a humanidade: ...

Artigo

​A infraestrutura é aliada incondicional do desenvolvimento econômico e social. A afirmação é irrefu ...