Valorizar a assistência social

Nas campanhas eleitorais é comum as pessoas plei­tearem mais investimen­tos em infraestrutura e educação, mas raramente pedem a aplicação de recursos em políticas públicas de forma ampla e eficaz. Somente uma pequena parcela conhece as dificuldades e desafios de uma área que vive às margens das “grandes demandas”.

A Assistência Social exerce um trabalho delicado de atendimento as pessoas que enfrentam desde pequenas dificuldades até a alta complexidade, as quais já estão sofrendo violações de seus direi­tos.

Aqui em Florianópolis, mesmo com um quadro técnico e compro­metido, o que muitas vezes não é reconhecido pela sociedade, cons­tatamos com freqüência casos em que nossos servidores são vítimas das mais variadas formas de vio­lência, cometidos por usuários da Rede de Atendimento e Acolhi­mento. É preciso valorizar estes profissionais!

O problema das pessoas em situa­ção de rua é uma questão humani­tária, mundial e muito complexa.

Nossa Capital somente não está en­frentando o caos graças à atuação da Prefeitura em parceria com os órgãos de segurança da esfera municipal e estadual, contando com Ministério Público, Conselhos de Segurança e uma pequena parcela da sociedade civil. Aliás, os cidadãos podem e de­vem contribuir com a solução deste problema, evitando entregar comida nas ruas e abraçando a campanha da prefeitura “Não sustente a miséria. Não dê esmolas”.

Ademais, cumpre destacar que o trabalho da Assistência Social também se estende a um tema que está em plena evidência, a vio­lência contra a mulher. O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Cremv), referência em Santa Ca­tarina, e a Casa de Passagem ofe­recem espaço de atendimento e acolhimento social, psicológico e orientação jurídica às vítimas. Não menos importantes, são os abri­gos e entidades conveniadas que possibilitam o acolhimento desde crianças até idosos. Portanto, de fato é um trabalho invisível, pou­cas vezes reconhecido, entretanto, essencial para manter a cidade em equilíbrio!

Mais Opiniões Artigos

Artigo

O século 21 vai exigir mudanças radicais nos processos de fa­bricação de produtos e servi­ços. A transformação digital […]

Artigo

A expressão “não existe almoço grátis” aparece cada vez mais nas discussões sobre orça­mento público no Brasil. A […]

Artigo

Florianópolis é mundialmente reconhecida pelas suas belezas naturais e pela sua gastrono­mia. Em 2014, tornou-se a primei­ra cidade […]

Artigo

Já compartilhei em outras publicações sobre a decisão de fazer um inter­câmbio, os medos envolvidos, as difi­culdades e […]

Artigo

A avicultura industrial brasileira nas­ceu em território barriga-verde e conquistou o mundo, é sinônimo de eficiência e qualidade […]