“Agora é que são elas!”