A retomada de Canasvieiras

A praia de Canasvieiras, que já conta com uma excelente infraestrutura turística, a partir de hoje eleva ainda mais a sua vocação para o turismo. A obra de engordamento da faixa de areia, aguardada há mais de 30 anos e entregue nesta manhã pelo prefeito Gean Loureiro, devolve a praia a moradores e turistas, que até então disputavam a pequena área de areia de cinco a dez metros com vendedores ambulantes e mesas e cadeiras de bares e restaurantes. Agora, com a faixa de areia entre 40 e 50 metros, a previsão é que a praia receba mais turistas.

Canasvieiras, que foi o paraíso e o porto seguro dos argentinos durante décadas, viu aos poucos o movimento de turistas, brasileiros e estrangeiros, e a faixa de areia encolherem ano após ano. O comércio sentiu o baque. A economia do bairro recuou. Hotéis, restaurantes, imobiliárias, donos de imóveis para locação e passeios turísticos viram a circulação de pessoas diminuir.

Na virada de 2015 para 2016, em plena alta temporada de verão, houve extravasamento de esgoto in natura no rio do Brás após falta de energia em uma estação elevatória no local. A poluição foi mais um revés para Canasvieiras. Desde o início da atual gestão municipal, o passado recente ficou para trás. A prefeitura assumiu o compromisso de resgatar a praia e, em menos de cinco meses, num trabalho rápido e eficiente, concluiu a obra de alargamento da faixa de areia.

A temporada que se anunciava como fraca retomou o ritmo de verão. A nova Canasvieiras volta a gerar renda e emprego. A transformação está trazendo os turistas de volta ao balneário. E novos projetos como esse serão levados a outras praias de Florianópolis.

+

Editoriais

Editorial

O Grupo ND e a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) deram a largada na sexta-feira (23 ...

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...