A roda da vida tem que seguir girando forte

Mais dois indicadores divulgados ontem mostram que a economia de Santa Catarina segue pujante, apesar de estar convivendo com as influências negativas da pandemia da Covid-19 há mais de um ano.

Em março, a arrecadação tributária no Estado chegou a R$ 2,84 bilhões e parte deste valor foi gerado graças ao forte desempenho do setor industrial que, segundo o IBGE, apresentou um aumento na produção de 8,1% em relação a igual período do ano anterior.

Desde o início do ano, a economia do Estado vem se destacando no Brasil por conseguir manter uma boa performance, apesar de no mesmo período os números da pandemia terem mostrado um quadro mais crítico, com aumento no número de mortes e do tamanho da fila de espera para internação em UTIs.

Santa Catarina abriu o ano com uma arrecadação de tributos da ordem de R$ 3,1 bilhões em janeiro, a maior marca de todos os tempos. O resultado representou alta de 15,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. E, em fevereiro, entraram nos cofres do Estado mais R$ 2,81 bilhões, valor 5,5% acima do apurado em igual período de 2020.

Vale destacar que o Estado já vinha se destacando também no ranking nacional de geração de empregos desde o ano passado. Nos últimos seis meses, foram criadas 146 mil novas oportunidades. Mais ainda, no primeiro bimestre deste ano, o ritmo de abertura de empresas cresceu 39%.

Historicamente, o crescimento da produção industrial costuma se refletir positivamente nos setores do comércio e serviços, que por sua vez são grandes geradores de empregos.

Com a economia mantendo bom desempenho, o governo do Estado tem melhores condições de enfrentar a pandemia, seja comprando equipamentos, vacinas ou contratando mais profissionais da saúde. Ou seja, a roda da vida – e não apenas a roda da economia – vai girar mais forte, ampliando as perspectivas de Santa Catarina vencer a crise de saúde com maior brevidade.

+

Editoriais

Editorial

Compadecer-se com o sofrimento alheio, ter a sensibilidade de compreender e tentar amenizar a dor do ...

Editorial

Mais de um ano depois do início da pandemia, todos, em maior ou menor grau sentem no físico e no emo ...

Editorial

Livre do processo de impeachment, o governador Carlos Moisés parece ter reassumido o cargo com dispo ...