As boas estatísticas que nos cercam

Há mais de um ano o mundo inteiro vive dominado por uma verdadeira avalanche de estatísticas. Os números, neste momento quase sempre assustadores, nos cercam de todas as formas.

Quantos estão contaminados pela Covid-19, quando se recuperaram, quantos morreram, quantos viverão com sequelas, quantos se vacinaram com a 1ª dose, quantos receberam a 2ª dose, quantos ainda devem receber, quantos na fila por leitos, quantos furando filas, quantos estudando, quantos trabalhando, quantos sem emprego, quantos passando fome, quantos protestando, quantos não protestando, quantos respiradores … E o que dirá então da avalanche de informações a respeito das vacinas?

São tantos mil e milhões para lá e para cá que fica até difícil dimensionar e se tem a impressão de que já há doses suficientes para todos, mas ainda não há, embora elas estejam chegando com certa regularidade e aquela carga de esperança extra. O fato é que o Brasil tem pouco mais de 8% de sua população imunizada com as duas doses de alguma das vacinas contra a Covid-19.

Então, neste contexto de números crescentes, há bons motivos para se comemorar uma outra estatística. É a que se refere à criminalidade. E os números nos mostram que o Estado de Santa Catarina fechou o mês de abril com o menor número de assassinatos referente a este mês dos últimos 12 anos, segundo dados divulgados ontem pela Secretaria de Segurança Pública.

Ainda de acordo com o levantamento, os crimes de roubo e furto também apresentaram quedas significativas. Ainda no início de abril, o governo havia divulgado boletim estatístico referente ao primeiro trimestre de 2021 reforçando queda em todos os índices de criminalidade do Estado.

O boletim apresentava queda em todos os indicadores: roubo, furto, homicídio, feminicídio, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e confronto policial. E observava que mesmo diante do quadro de pandemia, os números seguiam caindo. E agora sabemos que continuam.

Segundo o coronel Ricardo José Steil, presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de SC em exercício, os números refletem a atuação das forças de segurança e a integração entre as instituições, que foi fortalecida pela formação do colegiado.

Então, a chegada ontem de mais 250 mil doses de vacinas e a divulgação das estatísticas em queda da criminalidade são, sem dúvida alguma, informações prazerosas para compartilharmos na semana decisiva que se inicia.

+

Editoriais