Avanço contra as invasões

O levantamento feito pelo Notícias do Dia, publicado no suplemento Dossiê ND, e as recentes reportagens sobre o avanço das invasões de áreas públicas e particulares no município de Florianópolis, chamaram a atenção do Ministério Público. Uma completa investigação será aberta para averiguar a origem, manutenção e a fiscalização do problema. Este avanço pode ser considerado uma vitória da sociedade florianopolitana, que há muito clama pelo fim das ilegalidades e vem alertando para o fato de que a cidade segue o mesmo roteiro do Rio de Janeiro e, da favelização, caminha para ter boa parte de seus morros e áreas irregulares ou invadidas dominadas pelo crime organizado.

A expectativa agora é de que o promotor Daniel Paladino vá fundo nas investigações e exponha inclusive os grupos que organizam, treinam e mobilizam pessoas para as ocupações, além dos chamados grileiros, que tem agido no entorno das praias, fazendo surgir loteamentos irregulares, casas e até prédios em áreas de proteção ambiental. Que seja esclarecido, também, o porquê de os agentes responsáveis pela fiscalização serem impedidos de retirar barracos montados do dia para a noite e ocupados por invasores. E os problemas que deixam a justiça de mãos atadas, obrigada a revogar ou suspender ordens de reintegração de posse conseguidas por proprietários e pelo poder público.

Mas a decisão do promotor é uma pequena luz no fim do túnel. Recentemente, mostramos que, segundo registros da Polícia Civil, o crime organizado já está presente em boa parte das invasões consolidadas existentes na cidade. A pressão da sociedade precisa ser permanente, até que a propriedade privada seja respeitada e a urbanização da cidade seja plena, evitando que áreas de interesse social ou preservação permanente sejam ocupadas irregularmente.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

Quanto tempo uma empresa demora para implantar um sistema de ponto eletrônico para seus funcionários? Uma semana, alguns […]

Editorial

Prestes a completar um ano de trabalho, a força-tarefa que reuniu Ministério Público, Prefeitura de Florianópolis, Polícia Militar, […]

Editorial

A despoluição da Beira-Mar Norte, a partir da implantação da URA, (Unidade de Recuperação Ambiental) começa a se […]

Editorial

O documento Dossiê ND, divulgado por ocasião do aniversário da Capital, mostrou uma cidade onde quem invade terras […]