Avanços contra a farra do boi

Avanços contra a farra do boi Apesar dos apelos da sociedade organizada, a farra do boi ainda persiste. Os grupos de “farristas” tem escolhido lugares isolados e pagam valores altos pelos animais. Acreditam que, escondidos, sairão em punes, arguindo quase sempre que se trata de uma tradição. Mas não vai ser bem assim. A sociedade já percebeu que não pode conviver com a farra e quer dar um passo adiante. Luta agora para que se investigue a origem do animal e se evite o abate sanitário.

Uma ação que esbarra nos procedimentos que garantem a segurança sanitária do rebanho bovino do Estado, mas que tem condições de ser levada adiante, com a medida do bom senso. A luta contra a farra do boi denuncia o sofrimento dos animais, as agressões, todo o stress ao qual o bovino é submetido. Quando ela ocorre e o boi é recuperado, seria justo ver ele morrer? Ver que todo o sofrimento enfim resultou em morte, mesmo que os ferimentos não fossem capazes de fazê-lo? Se queremos proteger os animais é mais justa um sorologia e um uma investigação de sua origem para, no caso de comprovação de procedência de áreas sem segurança anitária, ai sim promover o abate.

Seria um avanço nessa luta que já dura anos e mais anos e resiste às mais variadas campanhas e ações. Mas não podemos nos esquecer que, até a Páscoa, inúmeras farras podem ser organizadas e a população precisa estar atenta. Denunciar, chamar a Polícia Militar, exigir a presença das autoridades é o melhor caminho. Enquanto os farristas não forem enquadrados na lei e devidamente punidos, a prática será perpetuada. E se eles continuarem encontrando apoio em suas comunidades, da mesma forma. Farra do boi é crime. Farra do boi não!.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

Movimentos organizados, ambientalistas, defensores públicos e contratados querem tirar de órgãos públicos como a Prefeitura de Florianópolis o […]

Editorial

Jovem estreante na política, a deputada Ana Caroline Campagnolo (PSL), graças ao seu comportamento fora do parlamento, tem […]

Editorial

A análise dos deputados estaduais que integram a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Ponte sobre novos documentos […]

Editorial

Preços parecidos nos postos, aumentos constantes e monopólio na produção. Está certo o ministro da economia, Paulo Guedes, […]