Cidadão é a prioridade

Referência para o Brasil em oferta de serviços de atenção primária na área da saúde, Florianópolis já consolidou o modelo público de qualidade para seus munícipes. E agora, para reduzir as filas de atendimento por meio de agendamento de consultas, a prefeitura prepara o lançamento do Alô Saúde, um programa que deve garantir maior eficiência das equipes da Secretaria de Saúde nas comunidades, para o dia 16 de março. As principais novidades são a implantação do prontuário digital e a instalação de um call center para o atendimento 24 horas. O secretário de Saúde da Capital, Carlos Alberto Justo da Silva, faz questão de afirmar que o programa não vai revolucionar o atendimento, “mas mudará drasticamente a maneira como o cidadão se relaciona com a área da saúde”. De uns tempos pra cá, a tecnologia também alterou a forma como as pessoas têm contato com os serviços públicos e particulares. A melhoria nos serviços da saúde pública em Florianópolis contribui para a evolução do SUS (Sistema Único de Saúde). Originalmente citado como modelo internacional, o SUS veio acumulando sérias deficiências nas três décadas de sua experiência nos serviços de saúde. Decaiu quando o governo federal transferiu a responsabilidade para os municípios. A maioria deles, com gestões ineficientes ou até com casos de corrupção, não conseguiu manter a excelência do atendimento. Florianópolis, por sua vez, se mantém na outra ponta, naquela que coloca o cidadão como prioridade.

+

Editoriais

Editorial

Desde 1990, o mês de outubro foi escolhido para massificar a informação de que o autoexame é a princ ...

Editorial

As relações de consumo são das mais importantes da economia, pois geram a maioria dos empregos forma ...