Combate contínuo à criminalidade

Santa Catarina começa o ano de 2022 com uma excelente notícia na área da Segurança Pública. Os dados do ano passado, divulgados pelo Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial mostram que a criminalidade violenta está em queda no Estado: os números de mortes violentas, roubos e roubos e furtos de veículos foram os menores da série histórica, iniciada em 2008.

Investimentos no setor e a atuação integrada das forças de segurança são os principais fatores para a queda dos índices. É óbvio que não vivemos na região mais segura do mundo, ainda há muitos desafios e muitos combates para vencer a criminalidade. Mas que Santa Catarina é um dos Estados mais seguros do país, não resta dúvida.

O trabalho exemplar das forças policiais oferece uma sensação real de segurança aos catarinenses. Ainda há muitos casos de violência, há núcleos e locais perigosos, os bandidos estão cada vez mais ousados e destemidos.

Aos poucos, as polícias vão minando as regiões violentas e intimidando a bandidagem. O Estado gera mecanismos de reações em busca de dias mais tranquilos. É dever do Estado oferecer a proteção aos direitos individuais de cada cidadão para que ele possa exercer sua cidadania, trabalhar, conviver em sociedade e se divertir, com segurança.

Santa Catarina vem cumprindo bem esse papel, é um trabalho de décadas, com determinação e respeito à sociedade. Claro que estamos longe de navegar em mar calmo e livre da violência, mas o avanço é considerável e deve ser comemorado.

O combate ao crime é uma luta diária e constante e, assim, deverá continuar em 2022. Com as comunidades se mostrando parcerias das forças de segurança, para que, no início de 2023, Santa Catarina possa divulgar índices ainda mais baixos de violência.

+

Editoriais