Comcap: mudança do modelo de gestão

O projeto de mudança no modelo de gestão da Comcap (Autarquia de Melhoramento da Capital) será votado pelos vereadores amanhã, na Câmara. Está nas mãos dos parlamentares a oportunidade de acabar com os privilégios que ao longo dos anos só faz crescer a dívida da Comcap e desfalcar os cofres públicos.

São inúmeros os problemas: rombo anual de milhões de reais, supersalários, má gestão, orçamento comprometido, falta de recursos para investimento, frota sucateada e greves constantes por conta de um sindicalismo anacrônico que domina a empresa, com seguidas greves e paralisações que prejudicam os cidadãos, sempre os mais atingidos pelas ações inconsequentes do sindicato.

Que fique bem claro: o que está errado não é o serviço da companhia, mas o modelo de gestão. Por força de lei, a Comcap não pode ser privatizada e os funcionários têm estabilidade garantida. É um direito dos trabalhadores, isso não se questiona.

O Grupo ND defende a mudança do modelo por que a Comcap precisa ser revista. Mantê-la como autarquia, financiada pelo município, é um erro. É preciso mudar o modelo de gestão, privatizar e repassar este serviço para empresas privadas. Cidades de grande porte como Joinville, Jaraguá do Sul e Chapecó optaram pelo serviço de limpeza urbana privatizado, mais eficiente e com menor custo aos contribuintes.

O Grupo ND acredita que a missão da imprensa não é apenas informar, mas também prestar serviço. Temos consciência da nossa responsabilidade social como veículo de comunicação, capaz de agregar e motivar a sociedade.

A mídia tem o poder de mudar a percepção das pessoas, estimular, provocar reflexão, apontar caminhos. Foi assim nos episódios dos táxis, do Mercado Público, da Aflov, das invasões… Denunciamos as irregularidades e propusemos mudanças.

Assumimos posturas relativas a temas importantes ou em defesa de soluções que governantes ou legisladores postergavam ou negavam, por questões ideológicas. A Comcap é uma das nossas bandeiras, e vamos seguir propondo a mudança do modelo de gestão. A cidade não pode ficar refém de meia dúzia de sindicalistas.

+

Editoriais

Editorial

O Grupo ND e a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) deram a largada na sexta-feira (23 ...

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...