Conservação ambiental

Comemorado neste 5 de junho e instituído há 45 anos, durante a Conferência de Estocolmo, o Dia Mundial do Meio Ambiente é um marco no modo de ver e tratar as questões ambientais. A data tem o objetivo de chamar a atenção de toda a sociedade e dos governos para a formatação de leis.

A preocupação com as questões ambientais deveria estar mais presente nos debates políticos, nas campanhas eleitorais, na educação e até em nosso dia a dia. A consciência de cada um é fundamental, sem dúvida, mas depende do engajamento do poder público.

O cuidado com a água, o tratamento do esgoto, a poluição do ar e o destino correto do lixo são atribuições da administração pública. Da mesma forma a ocupação correta do solo, a preservação da natureza, da fauna e da flora.

Este ano, o Dia do Meio Ambiente em Santa Catarina se torna mais expressivo, pois o Estado sofre o impacto da estiagem. Muitas regiões sofrem com a falta de água. O agronegócio contabiliza perdas. Rios e lagos estão secando ou já secaram. Por isso, cresce a importância da preservação da água. É dever de cada ser humano conservar a água, um grande patrimônio mundial e responsável por todo o equilíbrio do planeta Terra.

Há inúmeros projetos de uso sustentável dos recursos, experiência de sucesso com energias renováveis, técnicas de plantio ecológicas. Desde simples atos, até os mais complexos, a esperança está naqueles capazes de entender a importância dos gestos individuais e coletivos para reverter as agressões ao meio ambiente.

Enquanto separar o lixo for visto como algo desnecessário por muitas pessoas, vamos só regredir. A conservação ambiental significa qualidade de vida. Não só no Dia Mundial do Meio Ambiente, mas todo dia é fundamental refletir e mudar para melhor.

+

Editoriais

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...