Consolidação do Carnaval

A apuração dos desfiles das escolas de samba da Grande Florianópolis fechou com chave de ouro o Carnaval no Complexo Nego Quirido. Desde os preparativos das agremiações dos grupos Especial e de Acesso, o envolvimento das comunidades até a entrega do troféu de campeã para a Coloninha, a festa foi perfeita, sem defeito nenhum.

O evento desse ano consolidou a profissionalização que a Liesf (Liga das Escolas de Samba de Florianópolis), presidida por Fábio Botelho, implantou nesse novo modelo de gestão, inovador, elaborado por Prefeitura e Liesf, com a privatização da passarela. O público que lotou a Nego Quirido na noite de sábado e madrugada de domingo pôde usufruir das melhorias realizadas pela empresa que faz a gestão do complexo.

Depois de muitos anos, com incertezas se haveria desfile ou não, as escolas não dependem mais do dinheiro público para colocar seus integrantes e suas estruturas na passarela. Inclusive já passam por um reequilíbrio financeiro. Profissionais do Rio de Janeiro, de São Paulo e até da Parintins (AM) trabalham diretamente ou fazem consultoria nas agremiações da Liesf.

Florianópolis hoje é a única capital a terceirizar 100% das ações do Carnaval com a iniciativa privada. Passamos ser referência nacional e mostramos nossa experiência neste novo modelo de gestão para outras cidades do país. O fortalecimento do Carnaval também revigora as escolas, que passam a gerar mais emprego e renda, além de consolidar os projetos sociais em cada comunidade.

A profissionalização da gestão da Liesf atraiu também novos parceiros. Um deles é o Grupo ND, que assumiu a transmissão exclusiva na TV aberta e na internet, e fortaleceu a cobertura multimídia dos desfiles. Com tantas novidades e excelente estrutura, não tem mais volta: a tendência é que o Carnaval de Florianópolis cresça cada vez mais.

+

Editoriais

Editorial

Desde 1990, o mês de outubro foi escolhido para massificar a informação de que o autoexame é a princ ...

Editorial

As relações de consumo são das mais importantes da economia, pois geram a maioria dos empregos forma ...