De olho no futuro

A passagem dos 346 anos de Florianópolis, no sábado, motiva uma reflexão sobre a cidade que queremos e os principais desafios para os próximos anos. São muitas as qualidades, que atraem turistas e novos moradores a cada ano, mas também são inúmeros os problemas e entraves a serem superados. O Dossiê ND, produzido para marcar o aniversário, contribui para a discussão de temas que fazem a diferença no dia-a-dia do florianopolitano.

Pauta frequente nas campanhas eleitorais, a mobilidade continua na ordem do dia. Talvez seja o principal problema da Capital catarinense, a despeito do esforço do poder público na busca de mudança de cenário. O que se percebe, no entanto, é que os projetos adotados têm sido paliativos e que a população continua à mercê de congestionamentos intermináveis, agravados na temporada de verão. Marco em obras recentes de infraestrutura na cidade, espera-se que o elevado do Rio Tavares –aberto ao tráfego no sábado – minimize os transtornos de quem circula no Sul da Ilha de Santa Catarina.

Ocupação desordenada, falta de fiscalização e burocracia para empreender também são frequentemente citados como problemas que precisam ser enfrentadas com vigor. Sem esquecer da necessidade de uma definição mais clara sobre o turismo que pretendemos estimular e os graves problemas sociais, cuja face mais visível é revelada pelo aumento dos moradores em situação de rua.

Não podemos esquecer ainda do embate ideológico que paralisa empreendimentos importantes e a tão propalada insegurança jurídica que tem o condão de afastar negócios capazes de gerar desenvolvimento, emprego e renda.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

Movimentos organizados, ambientalistas, defensores públicos e contratados querem tirar de órgãos públicos como a Prefeitura de Florianópolis o […]

Editorial

Jovem estreante na política, a deputada Ana Caroline Campagnolo (PSL), graças ao seu comportamento fora do parlamento, tem […]

Editorial

A análise dos deputados estaduais que integram a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Ponte sobre novos documentos […]

Editorial

Preços parecidos nos postos, aumentos constantes e monopólio na produção. Está certo o ministro da economia, Paulo Guedes, […]