Eleições e a pandemia

As eleições municipais estão confirmadas para o 15 de novembro, em primeiro turno, e 29 de novembro, em segundo turno, conforme a emenda constitucional promulgada pelo Congresso Nacional. O ideal seria, neste momento, preservar a população desse pleito que vai obrigar 148 milhões de eleitores a se deslocarem até os locais de votação, onde haverá filas, aglomerações e riscos de contaminação.

Um perigo do contágio em massa. Grande parte da população poderá ficar fora do processo eleitoral, tanto candidatos como eleitores, o que elevaria o número de abstenções, não legitimando o pleito. Há quase quatro meses o país enfrenta uma batalha no combate ao novo coronavírus. Mais de 73 mil brasileiros já morreram de Covid-19 e quase 2 milhões foram diagnosticados com a doença. O pior ainda não passou.

Neste momento os brasileiros estão mais preocupados em manter a saúde e seus empregos do que ouvir discursos de candidatos. A pandemia estabeleceu novas prioridades. Para os eleitores, a eleição municipal está em último plano, mas para os políticos é prioridade. Por isso a decisão de manter o pleito para este ano foi autenticada por deputados e senadores. E dificilmente será revista.

O foco agora precisa ser na segurança de eleitores e mesários. Neste sentido, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a Fiocruz e os hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein firmaram um acordo de consultoria para garantir que todos cuidados necessários sejam adotados durante as eleições municipais. Diante do cenário de contágio, os órgãos preparam um protocolo de segurança a ser adotado em todas as seções eleitorais.

Todos os riscos à saúde pública durante a votação serão avaliados, bem como haverá divulgação dos procedimentos e protocolos sanitários e ambientais a serem adotados. Todas essas medidas são importantes, mas também será fundamental que os eleitores sigam os protocolos e tenham consciência e bom senso para o cumprimento da obrigação eleitoral.

+

Editoriais

Editorial

Totalmente parado desde o início da pandemia da Covid-19, o setor de eventos vem se movimentando com ...

Editorial

A quarta edição da pesquisa “Impacto do coronavírus nos negócios de Santa Catarina”, realizada por F ...