Esforço coletivo

Apesar de todos os obstáculos criados pelo governo do Estado neste um ano e seis meses da gestão de Carlos Moisés da Silva, o setor produtivo catarinense segue dando um voto de confiança na tentativa de recolocar Santa Catarina no rumo do crescimento.

Os pedidos de impeachment do governador, o escândalo dos respiradores, a prisão do ex-secretário Douglas Borba, as exonerações de secretários, as irregularidades na SCPar, o rompimento da vice-governadora com Moisés são alguns exemplos de empecilhos que mancham a imagem de Santa Catarina, inibem investimentos e retraem a economia.

Mas nosso Estado é mais forte do que aquelas pessoas que passam pelo governo somente com a intenção de tirar proveito, de se beneficiar, sem pensar nos 7,16 milhões de catarinenses que se acostumaram a ter governantes preocupados unicamente com o fortalecimento da economia e da infraestrutura de Santa Catarina.

Ontem, o Cofem (Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina), composto por entidades como Fiesc, Fecomércio, Faesc e Sebrae, promoveu uma reunião on-line com os secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Casa Civil, com objetivo de aprofundar a colaboração do setor produtivo com o governo. Os empresários deixaram claro que estão à disposição para apoiar o planejamento de estratégias para desenvolvimento do Estado.

“Esse é o espírito do setor produtivo”, afirmou Mario Cezar de Aguiar, presidente da Fiesc. “Na área de turismo tem demandas simples de serem resolvidas”, disse Bruno Breithaupt, presidente da Fecomércio SC. “Essa aproximação do setor produtivo é fundamental. O importante é termos um bom planejamento de Estado de curto, médio e longo prazos”, reforçou Carlos Henrique Ramos Fonseca, diretor-superintendente do Sebrae-SC.

A receita foi apresentada pelos empresários ao governo. Basta o Executivo estadual cumprir rigorosamente seu papel e se beneficiar da experiência e capacidade de quem sempre esteve à frente do crescimento de Santa Catarina. O esforço coletivo é necessário.

+ Editoriais

Editorial

Um problema que se eterniza e se mantém há anos no Brasil pode estar chegando ao fim. Ontem, o presi ...